JEC/Krona “devolve” derrota para o Atlântico e assume a liderança na Liga Nacional

Sem saber o que é perder no Centreventos Cau Hansen nesta Liga Nacional, o JEC/Krona voltou a vencer na noite desta quarta-feira (14) e assumiu a liderança do grupo B. A vitória da vez valeu para “devolver” a única derrota que o Tricolor sofreu na competição. Com mais uma prova do entrosamento entre Caio e Dieguinho, o camisa 89 fez belo gol e colocou mais uma derrota na conta do Atlântico.

Com gol de Dieguinho, JEC/Krona vence mais uma em casa e assume a liderança do grupo B da Liga Nacional – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

O foco de manter a invencibilidade dentro de casa e conquistar a liderança estava na ponta do tênis dos jogadores do Tricolor que, desde o apito inicial, subiu a marcação e pressionou a saída de bola do Atlântico. Com um Galo também forte na marcação, o jogo começou equilibrado, com as duas equipes tentando encontrar espaço entre as linhas e tentando sufocar o adversário para provocar erros que pudessem acelerar as ações ofensivas.

Como de costume, o goleirão Willian não demorou para mostrar os motivos pelos quais o Joinville tem a melhor defesa do grupo. Fechou a porta para as tentativas dos gaúchos e se agigantou em belas defesas.

A pressão tricolor surtiu efeito aos cinco minutos e, mais uma vez, a troca de “gentilezas” entre Caio e Dieguinho funcionou. O ala cobrou escanteio no pé do camisa 89. O pivô pegou de primeira, de voleio e em belo chute, abriu o placar no Centreventos. Quarta assistência de Caio, quarto gol de Dieguinho.

Os gaúchos continuaram apertando e tentando empurrar o Joinville para a quadra de defesa. Jogando entre as linhas de marcação, o Atlântico conseguia chegar, mas pecava na finalização, desperdiçando boas chances de empatar a partida. Sinésio quase aplicou a lei do ex no Centreventos Cau Hansen, mas viu a bola passar sem conseguir balançar a rede.

Com mais uma assistência de Caio, Dieguinho garantiu a vitória e chegou a quatro gols na Liga Nacional – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

A forte marcação tricolor pressionava o Galo, que sofria para ficar com a bola e errava na saída, dando chances ao Joinville que teve em Dieguinho boas oportunidades para ampliar o placar.

O camisa 89 do Tricolor estava “cheirando gol” e logo aos cinco minutos do segundo tempo teve a chance de marcar o segundo. O pivô roubou a bola e chutou na saída de Jackson, mas tirou demais e a bola saiu pela linha de fundo.

o JEC/Krona começou mais intenso, buscando o gol, mas os erros de passe davam aos visitantes ótimas chances em contra-ataques rápidos. O problema do Galo era Willian que estava, mais uma vez, em noite inspirada.

Depois de receber assistência de Caio, Dieguinho retribuiu. O pivô conduziu a bola pelo meio e tocou para o ala que, livre, chutou firme, mas a bola explodiu na trave de Jackson.

Willian brilhou mais uma vez e fechou o gol para o Atlântico – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

Os gaúchos continuaram desperdiçando as boas oportunidades na transição, cedidas pelos erros de passe do Tricolor. Sem outra alternativa, o técnico Giba lançou Cléber como goleiro linha aos 18 minutos. Com a superioridade numérica no ataque, o Atlântico rodou a bola, tentou encontrar espaços na marcação do Joinville, mas viu o cronômetro zerar antes de conseguir furar a defesa joinvilense.

Com o resultado, o Tricolor assume a liderança do grupo B e ainda tem, pelo menos, dois jogos a menos do que os adversários diretos.

O JEC/Krona retorna à quadra no próximo sábado (17), às 16h, quando encara o Blumenau, no Vale do Itajaí.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”