Joice Hasselmann diz que vai colocar a GCM para enfrentar os pancadões na cidade de São Paulo

De acordo com a candidata do PSL, objetivo da ação não é combater as manifestações culturais, mas a ação do tráfico de drogas nesses bailes que acontecem nas periferias da capital paulista. Joice Hasselmann esteve na Associação Comercial
A candidata do PSL à Prefeitura de São Paulo, Joice Hasselmann, afirmou nesta quinta-feira (15) que vai colocar a Guarda Civil Metropolitana (GCM) para enfrentar os pancadões na cidade de São Paulo e combater a ação do tráfico de drogas nesses bailes, caso seja eleita prefeita.
“Minha Guarda Municipal vai ser uma guarda armada, que vai ajudar a fazer segurança sim e não vai ser uma guarda para ficar cuidando apenas de patrimônio. Até porque, eles são treinados realmente para ajudar na segurança da cidade. Então, [faremos] parcerias da guarda com as policias para o enfrentamento dos pancadões que são comandados pelo tráfico de drogas”, afirmou.
Hasselmann disse que o objetivo da ação da GCM não é combater as manifestações culturais dos pancadões, mas sim a ação dos traficantes nesses bailes.
“De novo, não é uma repressão à manifestação cultural. As manifestações culturais são livres e muito bem-vindas. Estou falando da atuação do tráfico, que é uma reclamação de todos os moradores de todas as comunidades onde passo. Não há sossego. Lei do sossego inexiste nessas regiões”, afirmou a candidata do PSL.
Joice também participou nesta quinta-feira (15) da missa na Catedral da Sé em homenagem ao Dia dos Professores e chegou debaixo de chuva. Ela acompanhou a cerimônia respeitando o distanciamento social e, na sequência, participou de evento na Associação Comercial de São Paulo, que está convidando os candidatos para debaterem os problemas da cidade.
Em duas horas de conversa, Hasselmann falou das propostas dela para a cultura, transportes e também segurança.
Initial plugin text
Vídeos: Eleições 2020 – Funciona Assim
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”