Justiça Eleitoral proíbe prefeito de São Carlos, Airton Garcia, de usar “Airton Móvel” em campanha


Segundo decisão veículo foi utilizado indevidamente com pessoas na caçamba e aparelhos sonoros em desconformidade com normas que regulamentam o uso de carro de som. Justiça proíbe prefeito candidato à reeleição Airton Garcia de utilizar carro de som
Reprodução EPTV
A Justiça Eleitoral de São Carlos (SP) determinou, nesta sexta-feira (16), que o atual prefeito Airton Garcia (PSL) pare de usar um veículo batizado de “Airton Móvel” em sua campanha à reeleição.
De acordo com a Justiça, a utilização do carro fere o Código de Trânsito. Segundo a decisão da juíza eleitoral Fernanda Oliveira Silva , o “veículo utilitário modelo GM/Montana foi utilizado indevidamente para campanha eleitoral, foram conduzidas, sem autorização dos órgãos competentes, pessoas – dentre eles os candidatos, na caçamba e, ainda, foram utilizados uso de aparelhos sonoros em contrariedade as normas que regulamentam o uso de carro de som”.
Airton Móvel descumpre leis de trânsito de acordo com Justiça Eleitoral de São Carlos
Reprodução EPTV
A juíza acatou a representação da Coligação São Carlos Merece Mais (Solidariedade, PDT, PRTB, PMN e PSC) e concedeu o pedido de tutela antecipada, determinando que a Coligação São Carlos Segue em Frente (PTB, PP, MDB, PSL, Cidadania, PV e PROS) deixe de utilizar o veículo com ou sem o seu candidato, bem como transite por toda a cidade de São Carlos divulgando a propaganda eleitoral de seus candidatos na majoritária e/ou na minoritária.
A coligação tem 2 dias, a partir da notificação, para apresentar sua justificativa. Em nota, a assessoria do candidato Airton Garcia informou que ele “ainda não tem conhecimento formal da decisão”.
Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”