Justiça mantém debate entre candidatos a prefeito de Florianópolis

Uma briga judicial quase inviabilizou o debate entre os candidatos à prefeitura de Florianópolis, marcado para esta quinta-feira (29), a partir das 20h40, na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

O evento é organizado por entidades dos alunos e professores da universidade e será transmitido pela TV UFSC, reunindo sete dos 10 candidatos à prefeitura da Capital.

Justiça mantém debate entre candidatos a prefeito de Florianópolis, que reunirá sete postulantes ao cargo na UFSC esta noite – Foto: Divulgacão/JusCatarina/ND

Durante a tarde desta quinta, a Justiça Eleitoral chegou a suspender o debate, concedendo liminar à candidatura de Alexander Brasil (PRTB), mas a decisão foi revogada e o debate está mantido, com a presença dele.

A revogação da liminar que suspendia o debate veio às 14h47, depois que a Justiça Eleitoral soube do convite formal da organização do evento a Alexander Brasil e que ele aceitou participar. Com isso, o Juiz decidiu manter o debate nos termos programados.

Prefeito Gean não participará

O debate foi organizado pelo DCE (Diretório Central dos Estudantes Luís Travassos), pelo Caxif (Centro Acadêmico XI de Fevereiro) e pela APUFSC (Sindicato dos Professores da UFSC). O evento terá a participação de sete candidaturas. São elas:

  • Alexander Brasil (PRTB): confirmado;
  • Angela Amin (PP): confirmado;
  • Dr. Camargo Vieira (Solidariedade): confirmado;
  • Helio Bairros (Patriota): confirmado;
  • Orlando (Novo): confirmado;
  • Pedrão (PL): confirmado;
  • Professor Elson (PSOL): confirmado.

Todos esses são candidatos de partidos que possuem representação parlamentar no Congresso Nacional. Outros dois candidatos, Jair Fernandes (PCO) e Gabriela Santetti (PSTU), não participam pela falta de representação no Congresso, critério estabelecido pela legislação eleitoral para obrigatoriedade de convite.

O prefeito Gean (DEM) também não vai estar no debate. A assessoria do candidato solicitou que Gean participasse de forma online, já que ele ainda está em isolamento e se recuperando da contaminação pela Covid-19.

Segundo a assessoria de Gean, a presença dele online não foi aceita. O candidato ofereceu para participar do debate em vídeo, ou estar presente na semana que vem.

O prefeito usou sua conta no Twitter para relatar a situação:

O presidente da APUFSC, Carlos A. Marques, rebateu Gean na mesma publicação:

Saiba como será o debate

O debate será dividido em cinco blocos:

1º bloco – apresentação individual de cada candidato, limitada a 2 minutos;

2º bloco – rodada de perguntas entre os candidatos, de tema livre, com 1′ para pergunta, 1’30” de resposta, 30” segundos de réplica e 30” de tréplica.

3º bloco – rodada de perguntas entre os candidatos, de tema sorteado antes de cada pergunta, sendo 1′ de pergunta, 1’30” de resposta, 30″ de réplica e 30″ de tréplica.

4º bloco – rodada de perguntas entre os candidatos, de tema livre, sendo 1′ de pergunta, 1’30” de resposta, 30″ de réplica e 30″ de tréplica

5º bloco – exposição final individual de cada candidato, limitada a 2 minutos.

Além da TV UFSC, haverá a transmissão ao vivo pelo canal aberto 63.1 e canal 15 da NET e canal da TV UFSC no YouTube.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.