Laboratório de Diagnóstico da UFU em Patos de Minas vai contribuir com sequenciamento genético do coronavírus no país


Serão enviadas 150 amostras de testes positivos para a Covid-19 para a rede nacional coordenada pela Fiocruz e ITV; resultado da pesquisa contribuirá para produção de artigos, vacinas e medicamentos. Equipe do Laboratório de Diagnóstico e Análises Moleculares
LDAM/UFU/ Arquivo dos pesquisadores/Divulgação
O Laboratório de Diagnóstico e Análises Moleculares (LDAM) do campus Patos de Minas, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), passou a compor uma rede nacional de colaboração em pesquisas sobre o comportamento do Sars-CoV-2, vírus causador da Covid-19, no Brasil. A rede é coordenada pela Fundação Oswaldo Cruz e o Instituto Tecnológico Vale (ITV) e formada por laboratório de todo o país.
O material genético a ser estudado virá de amostras de sangue que testaram positivo para a Covid-19, extraídas pelo LDAM. O laboratório da UFU em Patos de Minas já realizou quase mil testes de detecção do coronavírus desde o início de agosto. As amostras começarão a ser enviadas para sequenciamento genético após aprovação do Comitê de Ética da universidade.
“Vamos enviar 150 amostras positivas para essa rede que vai receber outras de todo o país. Após o sequenciamento, vai ser possível saber o perfil de distribuição e as variantes do vírus no Brasil. Por exemplo, o vírus que circula aqui em Patos de Minas veio da capital para o interior ou veio de Goiás e São Paulo? E também poderemos saber quais as mutações que tiveram os genomas virais em Minas”, disse Matheus Gomes, pesquisador e docente do Instituo de Biotecnologia da UFU.
Segundo Gomes, ao fim do projeto e com uma rede de informações completa sobre o comportamento do coronavírus no Brasil, será possível ter uma melhor compreensão do vírus e da doença. O resultado do estudo vai contribuir para a criação de kits de diagnóstico mais precisos e específicos, além da produção de vacinas e medicamentos.
O trabalho de pesquisa em Patos de Minas conta com o trabalho de dez servidores da UFU, entre técnicos e docentes do LDAM, que é coordenado pelo professor e virologista Guilherme Freitas.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”