Lancha lançada ao mar próximo a banhistas desagrada frequentadores da Praia do Náutico, em Fortaleza


A Capitania dos Portos do Ceará foi acionada e afirmou que a embarcação navegava a uma distância segura dos banhistas. Lancha lançada ao mar próximo a banhistas desagrada frequentadores da Praia do Náutico
Uma lancha de passeio lançada ao mar nas proximidades do Espigão do Náutico, em uma praia de Fortaleza, chamou atenção de banhistas e desagradou parte dos frequentadores da praia, nesta quarta-feira (14). A embarcação era rebocada por um carro, modelo Hilux, que manobrou na faixa de areia da Praia do Náutico. A movimentação foi registrada em vídeo por um trabalhador da região.
A Capitania dos Portos do Ceará (CPCE) informou ter recebido uma denúncia sobre a situação e enviou uma equipe de inspeção naval ao local, “que constatou que uma lancha de esporte e recreio navegava a uma distância segura dos banhistas”, disse, em nota.
A proximidade do veículo e da embarcação dos banhistas que estavam no mar e dos frequentadores da praia desagradou parte deles. Eles chegaram a pedir ao motorista do carro que se afastasse do local, segundo informou um homem que trabalha na área e preferiu não ser identificado na reportagem.
Lancha de passeio é lançada ao mar próximo de banhistas na Praia do Náutico, em Fortaleza.
Arquivo Pessoal
De acordo com a testemunha, o condutor do veículo atendeu à solicitação sem resistência, tendo permanecido por cerca de 20 minutos na faixa de areia. Já a lancha foi conduzida a uma distância maior dos banhistas e permaneceu no mar por cerca de 40 minutos, informou o trabalhador.
Ainda de acordo com a Capitania, durante a ação, foi realizada a abordagem e inspeção da embarcação, com a verificação de itens relativos à segurança da navegação, salvatagem e documentação.
“Além disso, os tripulantes receberam orientações para uma navegação segura na área da enseada do Mucuripe”, acrescentou.
Sobre a circulação do veículo na faixa e praia, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) afirmou não ter sido acionada.
Nadador atingido
Um atleta de triatlo teve lesões graves no pé, em setembro deste ano, ao ser atingido por uma lancha enquanto nadava entre o espigão Rui Barbosa e o Náutico, trecho da Praia de Iracema, em Fortaleza.
Paulo Fernandes afirmou ter pedido socorro ao condutor da embarcação, mas, segundo ele, o homem acelerou a lancha e não parou para prestar ajuda.
O atleta foi atingido pela hélice da lancha. O acidente causou lesões graves e ele precisou passar por cirurgia.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”