Lula pede ‘indignação’ à população e critica o governo Bolsonaro: ‘Miliciano da pior qualidade’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chamou o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) de “miliciano da pior qualidade”. A afirmação foi feita nesta quinta-feira, 15, durante uma live organizada pelo Movimento Sem Terra (MST), onde os convidados discutiram a fome no Brasil. Durante a fala, Lula disse que não culpa o governo Bolsonaro por todos os incêndios no Brasil, mas criticou o agronegócio pelas queimadas na floresta Amazônica. “Porque não é um empresário civilizado do agronegócio que sabe que tem que ter responsabilidade, mas quem chegou ao governo é um bando de miliciano da pior qualidade. Nós temos que saber disso, conviver com isso e saber que temos que enfrentar isso.”

O ex-presidente também pediu “indignação” ao povo brasileiro para que a Constituição seja cumprida. “Hoje, eu acho que, sabe, se convencesse a sociedade a ficar indignada, eu já poderia morrer tranquilo. O que está faltando para nós é a indignação. Indignação para ver se depois da indignação a gente tem coragem de lutar pelas coisas que já estão na Constituição”, diz. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), anunciados no mês passado, comprovam que, em 2018, o Brasil retornou ao Mapa da Fome, a lista de países com mais de 5% da população ingerindo menos calorias do que o recomendável. Ao comentar sobre esses número, Lula culpou os governos de Michel Temer e de Jair Bolsonaro e disse que eles estragaram medidas dos governos petistas anteriores.

*Com informações do repórter Leonardo Martins

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”