Morador de SC realiza sonho de ser pai no mesmo dia que tem alta da Covid-19; VÍDEO


Casal ficou três anos na fila de adoção e recebeu bebê de 3 meses no dia que saiu do hospital. João da Silva, de 38 anos, chegou em casa com menina, surpreendendo pais com a primeira neta. João e a mulher Elaine no dia da alta, antes de buscarem a filha adotiva
NSC TV/NSC TV
Um casal de São João Batista, na Grande Florianópolis, tem dois motivos para comemorar: Após três meses internado com Covid-19, João Paulo da Silva, de 38 anos, teve alta e voltou para casa no mesmo dia que realizou o sonho de ser pai, na última terça-feira (13). Ele e a mulher receberam a filha adotiva de três meses.
“A gente entrou na fila de adoção faz 3 anos, aquela longa espera e nada. E com essa turbulência toda, sofrendo, recebi uma ligação: a Nicole de 3 meses de vida para gente buscar. […] Agora, só agradecendo”, conta Elaine Cristina Jacomini.
O aniversário de 38 anos de João teve de ser comemorado no hospital e ele ainda não consegue falar sobre o que passou, pois se emociona muito. Segundo a mulher, ele tinha o sonho de ser pai.
“Estamos tendo alta, graças a Deus, e a gente vai passar para pegar a Nicole, vai levá-la para casa. Ninguém da família sabe”, disse Elaine no momento da alta do marido, antes de surpreender toda a família com a chegada da bebê.
Surpresa para a família
Casal de São João Batista comemora alta de Covid-19 e chegada da filha
O pai de João Paulo o recebeu em casa de joelhos, agradecendo pela recuperação do filho. Ele e a mulher não sabiam da chegada da menina. Os dois se emocionaram ao abrir a porta do carro e encontrar a primeira neta.
Um vídeo mostra o momento em que os avós e demais integrantes da família de São João Batista conhecem a menina – veja no vídeo acima.
“Nosso milagre, que é o João Paulo, e a Nicole, que é o nosso segundo milagre”, diz Indiana Borges, que registrou as imagens.
Dias na UTI
João deixou hospital após alta da Covid-19 sob aplausos da equipe médica
Hospital Santa Isabel/Reprodução
Em julho, quando deu entrada no hospital Santa Isabel, em Blumenau, no Vale do Itajaí, João precisava tratar bactérias e fungos no pulmão. Depois, veio a confirmação de Covid-19. Foram 22 dias na unidade de terapia intensiva (UTI), sendo 15 deles sedado.
João Paulo foi se recuperando, chegou a ir para o quarto, mas teve complicações e precisou voltar para a UTI por mais 17 dias.
A mulher tinha notícias do marido por telefone. “Todo dia aquela agonia esperando a ligação. E começamos com oração: a família, amigos rezando para ele. As ligações no começo não eram muito boas, tristes. Mas amanhã será melhor, aquela esperança”, detalha Elaine. Ele deixou o hospital sob os aplausos da equipe da unidade.
Initial plugin text
Veja os vídeos do Jornal do Almoço SC:
Veja outras notícias do estado no G1 SC
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”