Moradores de vários pontos do Rio e Baixada Fluminense ainda reclamam de falta d’água


Cedae afirma que reparos foram finalizados na rede de abastecimento que atende o bairro de Campo Grande. Moradores de vários pontos do rio reclamam do problema. Moradores do Rio e da Baixada ainda sem água
Moradores de vários pontos do Rio de Janeiro ainda estão sem água após a manutenção do Sistema Guandu feita pela Cedae na última quinta-feira (24). Moradores de Campo Grande contam que passam a madrugada acordados para ligar bombas de água, mas não entra nenhuma nas casas.
Um dos moradores da Rua Vergel vai até a casa da irmã quatro vezes por semana para pegar água em tonéis para tentar manter uma rotina doméstica.
A Cedae afirma que reparos foram finalizados na rede de abastecimento que atende o bairro. A empresa deu até 24 horas para o restabelecimento do serviço.
As mesmas reclamações se repetem em outros pontos do Rio.
“Eu estou desde quinta-feira sem água. Já liguei para a Cedae e ela não fala nada”, contou Terezinha, que vive na Penha.
“Estamos há seis dias sem água, desde que o reparo foi feito na estação de Guandu. A água não voltou para a região. Já era um problema recorrente, mas a água entrava de madrugada. Agora estamos sem água nenhuma”, explicou Isabela, de Madureira.
Moradores de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, reclamam de falta de água
Reprodução/ TV Globo
Os moradores dos seguintes bairros denunciam que não possuem água nas torneiras:
Zona Oeste
Pedra de Guaratiba
Campo Grande
Jacarepaguá
Gardênia Azul
Paciência
Sepetiba
Zona Norte
Engenho Novo
Andaraí
Sampaio
Piedade
Anchieta
Barros Filho
Cordovil
Cidade Alta
Brás de Pina
Bonsucesso
Zona Sul
Copacabana
Baixada Fluminense
Duque de Caxias
Nova Iguaçu
São João de Meriti
Morador da Rua Vergel, em Campo Grande, leva tonéis para a casa da irmã para abastecer
Reprodução/ TV Globo
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”