MP denuncia quatro investigados por corrupção em Cornélio Procópio

E inserção de dados falsos em sistema público

O Ministério Público do Paraná apresentou nesta terça-feira, 18, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Cornélio Procópio (foto), denúncia criminal contra quatro pessoas investigadas na Operação Édafos, que apurou a prática de delitos para modificação fraudulenta de dados do IPTU de imóveis. Três dos denunciados são servidores públicos.

Segundo as investigações do MPPR, dois servidores aceitaram propina de um particular, que lhes ofereceu R$ 6 mil para que o auxiliassem na obtenção fraudulenta de um terreno. Para a execução do delito, os servidores procuraram o então fiscal de obras e posturas do Município (terceiro funcionário público citado na denúncia) e lhe solicitaram que inserisse dados falsos no sistema municipal. Com isso, foram gerados extratos falsos de IPTU de um terreno da ex-esposa do particular, incluindo no imóvel uma parte pertencente a terceiro.

Todos os envolvidos foram denunciados por inserção de dados falsos em sistema público. O particular foi denunciado ainda por corrupção ativa, e os dois servidores que receberam a propina, também por corrupção passiva.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”