MP Eleitoral de Sergipe recomenda que partidos políticos cumpram medidas sanitárias durante atos de campanha


Documento fala sobre evitar eventos que ocasionem aglomeração de pessoas, como caminhadas, carreatas, comícios, reuniões. Urna eletrônica e álcool em gel
John Pacheco/G1
O Ministério Público Eleitoral em Sergipe recomendou, neste mês de outubro, que os diretórios municipais dos partidos políticos adotem medidas de segurança sanitária em atos de campanha e cumpram as medidas contra a disseminação do novo coronavírus. No estado, há mais de 80 mil casos confirmados e 2.118 mortes pela Covid-19.
Foi recomendado que os diretórios evitem eventos que ocasionem aglomeração de pessoas, como caminhadas, carreatas, comícios, reuniões. Além disso, os candidatos devem evitar o contato físico com eleitores, especialmente os apertos de mão, abraços, beijos em crianças ou segurá-las no colo.
Também foi recomendado evitar o uso e compartilhamento de informes impressos como cartilhas, jornais, santinhos, dando preferência ao marketing digital. A recomendação ainda destacou a necessidade de adoção de cuidados sanitários nos comitês ou locais de reuniões político-partidárias, como distanciamento entre as pessoas, uso de máscaras faciais, disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos.
Os partidos que descumprirem a recomendação estão sujeitos à representação na Justiça Eleitoral.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”