Nº de condutores que chega ou sai de Viracopos por avenida acima de 140 km/h triplica em 9 meses


Casos na Avenida José Amgarten subiram de 38 para 109, entre 2019 e este ano. Emdec destaca monitoramento para coibir práticas irregulares e destaca número de acidentes na região. Limite é de 70km/h em avenida que dá acesso ao Aeroporto de Viracopos
Emdec /Arquivo
O número de condutores que chega ou sai do Aeroporto de Viracopos pela Avenida José Amgarten com velocidade igual ou superior a 140 km/h quase triplicou de janeiro a setembro, em relação ao mesmo período de 2019, segundo dados obtidos pelo G1 com a concessionária do terminal. Ela usa como referência os registros de radares na via instalados pela Emdec, empresa fiscalizadora do trânsito em Campinas (SP), e a alta ocorre apesar da queda no fluxo de veículos durante a pandemia.
O levantamento de janeiro a setembro mostra que 109 veículos foram contabilizados com velocidades na faixa de 140 km/h a 199 km/h nos pontos de medição – 97 deles na chegada e 12 na saída do aeroporto. O limite na via é de 70 km/h – veja abaixo comparativos com o ano anterior e 2018.
Com 33 casos, o mês de julho é o que concentra mais registros de desrespeito ao limite de velocidade.
Viracopos registra recorde em fluxo de cargas domésticas; passageiros aumentam
Dentro do aeroporto, a velocidade indicada é de 30 km/h e há lombadas.
Perfil
Considerando-se os veículos que passaram pela avenida com velocidade igual ou superior a 80 km/h, diz a concessionária, o total de condutores que ignorou o limite legal chega a 14.575 em nove meses.
O G1 desconsiderou a faixa de 70 km/h a 79 km/h, uma vez os dados registrados não separam a quantidade de pessoas que estão dentro da velocidade indicada ou efetivamente ultrapassaram.
O total significa uma redução de 0,52% no comparativo com as 14.652 contabilizadas no mesmo intervalo do ano passado. Em 2018, de acordo com o levantamento, foram flagrados 15.305.
Fluxo de veículos
Os dados mostram ainda que o fluxo de veículos nos nove primeiros meses deste ano diminuiu 33,9% no comparativo com mesmo período de 2019 – a soma de veículos registrados na entrada e saída do aeroporto passou de 6,27 milhões para 4,14 milhões, destaca a concessionária, em virtude de reflexos do novo coronavírus.
O total de passageiros em Viracopos caiu 43,6% no período avaliado.
O que diz a Emdec?
A empresa informou que monitora de forma constante todas as regiões de Campinas para coibir práticas irregulares e de desrespeito às leis de trânsito. Além disso, avaliou que, “no momento atual”, a Avenida José Amgarten não figura entre os locais com alto índice de acidentes mapeados.
“Até o mês de setembro de 2020, foram registrados quatro acidentes, sendo três com vítimas [nenhuma fatal]. Em 2019, foram dois acidentes de trânsito, sendo um com vítima. E no ano de 2018, apenas um acidente com vítima foi registrado”, diz nota da assessoria.
Ainda segundo a Emdec, a via deixou de figurar entre as vias que mais acumulam infrações, embora as autuações tenham aumentado 8,77% entre 2018 e o ano passado, quando chegou a 19 mil. Em 2016, o total foi de 31,7 mil, diz outro trecho ao citar que as infrações deste ano estão em fase de tabulação.
As notificações de infração e contagem de prazos relativos às multas estão suspensos, destaca a empresa. “Trata-se de diretriz nacional e a retomada do processamento das infrações ocorrerá tão logo seja determinada pelo Contran [Conselho Nacional de Trânsito]. A divulgação dos dados relativos à fiscalização de trânsito ocorre após a completa tabulação das informações.”
PLAYLIST: Veja vídeos com assuntos de destaque na região de Campinas
Coronavírus: como manter a saúde mental em períodos de isolamento?
Coronavírus: como manter a saúde mental em períodos de isolamento?
Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.