Nomes de dois políticos garopabenses contam em relatório entregue pelo Tribunal de Contas à Justiça Eleitoral

Relação tem 989 nomes de pessoas que ocuparam cargos públicos ou geriram entidades públicas no Estado. Essas informações poderão instruir eventuais pedidos de impugnação das candidaturas, porque a Lei de Inelegibilidades declara inelegíveis por oito anos pessoas que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidades.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”