Número de candidaturas aumenta 40,8% em Porto Alegre


Total de candidatos a prefeito, vice e vereador é de 872. Em 2016, eram 619. Maioria deles são homens brancos, com idade entre 45 e 49 anos e ensino superior completo. 1º turno será decidido em 15 de novembro e, nas cidades em que há necessidade de 2º turno, ele ocorre em 29 de novembro
Roberto Jayme/TSE
O número de candidaturas nas eleições municipais de Porto Alegre, em 2020, é 40,8% maior do que em 2016. No último pleito, 619 pessoas se candidataram às vagas de prefeito, vice-prefeito e vereador, enquanto que, neste ano, o total subiu para 872 candidatos.
São 13 candidatos a prefeito, 13 a vice e outros 846 postulantes a uma vaga na Câmara de Vereadores.
O número ainda pode mudar, já que a Justiça Eleitoral precisa aprovar os registros e podem haver desistências. No entanto, a mudança na lei eleitoral, que veda as coligações proporcionais para eleições do Legislativo, fez aumentar o número de candidatos.
O PDT e o PP, com 55 candidatos cada — 6,31% do total —, são os partidos com mais postulantes a uma vaga no executivo e no legislativo municipal. Em seguida vem o PSDB (54 candidatos, 6,19%), o Solidariedade e o PSL (53 candidatos, 6,08%) e o Republicanos e o MDB (52 candidatos, 5,96%).
O PCO lançou apenas uma chapa para a prefeitura, com prefeito e vice, sem nomes para a Câmara de Vereadores.
Já o PSTU lançou, além dos candidatos ao executivo, dois postulantes a vereador, e o Podemos, que apoia José Fortunati na coligação Porto Alegre Somos Todos Nós, lançou quatro candidatos ao legislativo.
Patrimônio de candidatos à Prefeitura de Porto Alegre vai de zero a R$ 1,4 milhão
No Brasil, se confirmados todos os candidatos de 2020, o aumento será de 27% — o que tornaria esta eleição a de maior número dos últimos 20 anos.
Com o adiamento em função da pandemia, o 1º turno será decidido em 15 de novembro e, nas cidades em que há necessidade de 2º turno, ele ocorre em 29 de novembro.
Funciona Assim: Fim das coligações para vereadores
Perfil dos candidatos
Somando todos os candidatos, mais de 2/3 são do sexo masculino e menos de 1/3, do feminino. São 587 homens (67,3%) e 285 mulheres (32,7%).
Apenas uma candidata a vereadora usou o nome social e se autodeclarou mulher.
A maioria dos homens está na faixa etária dos 45 a 49 anos (16,7%). Já entre as mulheres, a idade mais recorrente é dos 50 aos 54 anos (15,44%).
O candidato mais jovem é um homem de 19 anos. Entre os mais velhos, um candidato de 80 anos.
Quase 3/4 dos candidatos (74,43%) são autodeclarados brancos, inclusive os 13 candidatos a prefeito: 649 pessoas. Outros 156 (17,89%) se declararam pretos (inclusive dois candidatos a vice) e 61 (7%), pardos. Três candidatos se autodeclararam amarelos e dois, indígenas.
Menos da metade (48,74%) tem ensino superior completo. Ainda assim, são 425 candidatos formados em alguma faculdade.
Outros 203 têm ensino médio (23,28%), 116 têm ensino superior incompleto (13,3%) e 37 têm ensino médio incompleto (4,24%).
Entre os candidatos com ensino fundamental completo e incompleto o número é semelhante: 33 (3,78%) e 32 (3,67%), respectivamente. E 26 apenas leem e escrevem, a menor proporção, com 2,98%.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.