O que dizem os programas de governo da delegada Danielle e de Edvaldo candidatos à Prefeitura de Aracaju


Entre as ideias apresentadas, estão metas para a segurança, saúde e educação. Urna eletrônica
Heloise Hamada/G1/Arquivo
O G1 resume os principais pontos das propostas de governo dos candidatos à Prefeitura de Aracaju nas eleições de 2020. Veja abaixo (os nomes estão em ordem alfabética):
Delegada Danielle (Cidadania)
Danielle Garcia
Reprodução/ TV Sergipe/Arquivo
Número de páginas: 64
Resumo: a candidata apresentou em seu plano de governo quatro pilares: Eficiência e Transparência; Desenvolvimento, Emprego e Renda; Cidade Sustentável; e Inclusão e Dignidade, através de uma governança participativa e descentralizada, com a criação de prefeituras regionais. O objetivo é reestruturar o modelo de planejamento, otimizando os gastos públicos e fortalecendo a arrecadação. O plano também cita o controle do uso e ocupação do solo, preservação do meio ambiente e do patrimônio cultural; implementação do Programa ‘Morar Melhor’, com construção de 5 mil moradias; além da atualização, aprovação e implementação do Plano Municipal de Mobilidade; e promoção de estratégias para redução dos impactos e riscos ambientais, para ampliação da cobertura vegetal, preservação e conservação das áreas verdes, garantindo um ambiente sustentável na cidade. Foi citado ainda, a implantação da Secretaria Especial de Defesa Animal e do Hub Aracaju para startups e desenvolvimento do ecossistema de inovação. Já na área de educação, o plano prevê a reestruturação da carreira do magistério e fortalecimento das unidades básicas de saúde, com a ampliação do número de equipes do Programa Saúde da Família e a implantação da unidade de pronto-atendimento na Zona de Expansão de Aracaju.
(Veja o plano completo de Danielle Garcia aqui)
Edvaldo Nogueira (PDT)
Edvaldo Nogueira
Reprodução/ TV Sergipe/Arquivo
Número de páginas: 48
Resumo: o plano de governo foi dividido em 12 etapas, com temas que vão desde a saúde, educação e segurança até a mobilidade e proteção animal. Entre os projetos, está a criação da implementação de um novo modelo de desenvolvimento urbano e econômico sustentáveis em regiões como Mosqueiro, Areia Branca, Matapuã, São José e Robalo. No transporte, o plano prevê a integração de novos modais, como o hidroviário, além da ampliação das rede de ciclovias de forma integrada aos sistemas de transporte coletivo, em consonância com o conceito de ‘Cidade de 15 minutos’. Na área da saúde, Edvaldo disse que pretende ampliar o projeto MonitoraAju para HIV, sifilis, tuberculose, hanseníase, dengue, chikungunya, etc. Além de implantar a Sala de Situação na Saúde e Portal de Transparência. Além disso, o plano diz que uma das metas é implantar a conexão de Wi-Fi em locais públicos da cidade. A revitalização da Orla de Atalaia também está no plano de governo. Bem como, a instalação de cozinhas comunitárias e cozinhas experimentais com oficinas de reaproveitamento de alimentos, com capacitação e assistência às comunidades. No meio ambiente, o plano prevê implantação de ecobarreiras nos canais da cidade visando impedir que resíduos sólidos cheguem aos rios da capital .
(Veja o plano completo de Edvaldo Nogueira aqui)
Funciona Assim: O que faz o prefeito?
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.