Obra irregular demolida pela Floram é reconstruída na Lagoa da Conceição

Uma obra na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, que foi embargada pela prefeitura e havia sido parcialmente demolida pela Floram (Fundação Municipal do Meio Ambiente) em 4 de setembro, foi irregularmente retomada e já está em fase de acabamento.

A construção de um centro de eventos opera sem alvará em uma APP (Área de Preservação Permanente).

Obra na Lagoa da Conceição foi retomada irregularmente – Foto: Reprodução/ND

No dia 4 de setembro, a equipe da Floram, acompanhada da Polícia Militar Ambiental e da SMDU (Secretaria Municipal do Meio Ambiente), foi até o local e demoliu a estrutura metálica e um deck que havia sido construído quase sobre a água, a quatro metros da Lagoa.

A demolição sumária foi realizada, na ocasião, por conta do desrespeito ao embargo estipulado, por estar em uma área de APP, de acordo com o gerente de fiscalização da Floram, André Amante.

No entanto, este embargo foi ignorado pelos construtores, que voltaram a erguer a obra no mesmo local.

Construção ignorou embargo do município – Foto: Reprodução/ND

A Prefeitura de Florianópolis informou que em breve os fiscais voltarão para bloquear o andamento das obras mais uma vez.

O proprietário da construção entrou com um processo administrativo para tentar retomar a obra legalmente. Porém, não esperou o resultado do processo para saber se poderia continuar, fazendo as adequações necessárias.

A reportagem do nd+ não conseguiu localizar o proprietário da construção até a publicação.

Confira reportagem do Balanço Geral Florianópolis:

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”