Ocorrência em banco no Estreito: “só pegadas e marcas de chinelo no telhado”

O 22º Batalhão da Polícia Militar está tratando como uma tentativa de furto, o chamado emitido por um gerente da agência bancária do Santander, localizada no bairro Estreito, na manhã desta segunda-feira (27). As forças de segurança mobilizaram um forte aparado para a região, inclusive com uso de helicóptero e fechamento de ruas, porém, restaram comprovadas apenas indícios de tentativa de furto.

Os policiais foram chamados no final da manhã desta segunda pelo gerente da agência bancária. Ele percebeu pedaços de forro no chão do imóvel, durante uma recarga de dinheiro na agência, que estava sendo realizada por um carro forte.

A PM deslocou-se imediatamente e realizou no local uma varredura do interior da agência para descobrir se havia a presença de alguém escondido no local, principalmente entre o forro e o telhado. Para esse trabalho, foi acionado o Batalhão de Operações Policias Especiais (BOPE).

Ruas foram fechadas

Após a realização da varredura ser completada, foi contatado que apenas o forro havia quebrado e que haviam algumas pegadas e marcas de chinelo no telhado. Vale ressaltar que não houveram feridos e nem reféns.

Durante a ocorrência a Polícia Civil e o Instituto Geral de Pericias (IGP) estiveram no local e estão responsáveis pela investigação do ocorrido.

VEJA ABAIXO VÍDEO COM IMAGENS DA OPERAÇÃO POLICIAL:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”