Operação mira braço financeiro da maior facção do tráfico do RJ; esquema movimentou R$ 20 milhões em um ano

Equipes saíram para cumprir 8 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão em quatro estados. A Polícia Civil do RJ iniciou nesta quinta-feira (15) a Operação Link, contra o braço financeiro do Comando Vermelho, a maior facção do tráfico do estado. Em um ano, o esquema movimentou R$ 20 milhões.
Agentes saíram para cumprir 8 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.
A Justiça também determinou o bloqueio de R$ 12 milhões nas contas de suspeitos e o sequestro de bens.
Segundo as investigações, o dinheiro decorrente da venda de drogas era depositado em espécie em agências bancárias — muitas dentro das próprias favelas dominadas pelo Comando Vermelho — em “contas de passagem”.
Os depósitos variavam de R$ 2 mil a até R$ 80 mil.
Em seguida, o dinheiro era repassado para suspeitos de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.
No esquema, foi identificada a participação de moradores de comunidades de Japeri, São Gonçalo, Cabo Frio e Volta Redonda.
A polícia informou ainda que, ao longo da investigação, ficou comprovado que os suspeitos não apresentavam justificativa financeira e econômica para a movimentação de quantias tão altas.
Esta reportagem está em atualização.
VÍDEOS: Os mais vistos do Rio nos últimos 7 dias:
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”