Operação ‘Solimões sem Fronteira 2’ prende 37 pessoas ligadas ao tráfico de drogas no Amazonas


Operação teve o intuito de combater o narcotráfico em seis cidades do Amazonas e em Fortaleza, no Ceará. Operação contra tráfico de drogas é deflagrada no município de Manacapuru, no AM
SSP/Divulgação
A Operação “Solimões Sem Fronteiras 2”, deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), na manhã desta terça-feira (29), prendeu 37 pessoas ligadas ao tráfico de drogas e que atuavam na venda e transporte de entorpecentes a partir de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus). A operação teve o intuito de combater o narcotráfico em seis cidades do Amazonas e em Fortaleza, no Ceará.
Das 37 prisões efetuadas, três foram em flagrante. A maior parte ocorreu em Manacapuru, com 25 presos no total. Em Manaus, foram cumpridos seis mandados de prisão referentes a detentos do sistema prisional também com envolvimento no esquema. Infratores foram presos em Anamã, Caapiranga e no Distrito de Cacau Pirêra, em Iranduba. Em Tefé, foram duas prisões.
Um suspeito, apontado como cabeça de um grupo criminoso, foi preso pela manhã, no bairro Vicente Pinzon, em Fortaleza, capital cearense. Ele fugiu de Manacapuru há cerca de 20 dias, segundo as investigações.
Esta é a segunda fase da operação, que ocorreu, simultaneamente, em Manaus, Manacapuru, Anamã, Caapiranga, Tefé, Iranduba e Fortaleza. Mais de 300 policiais militares e civis cumpriram os 48 mandados judiciais de prisão, busca e apreensão, desde as primeiras horas da manhã.
Durante as buscas também foram localizadas cinco armas de fogo em posse dos suspeitos. Os policiais ainda apreenderam R$ 48 mil em espécie ligados ao tráfico de drogas.
Grupo criminoso
O objetivo da operação era desarticular uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas, em Manacapuru, com conexões em outros cinco municípios. Esse grupo transportava drogas pela calha do Japurá e do Solimões.
A droga vinha de Japurá, Maraã e passava por Manacapuru, onde também havia distribuição para o tráfico doméstico. Os presos eram ligados a uma facção criminosa e pertencia a seis subgrupos distintos dentro da organização.
As investigações tiveram a condução do Departamento de Polícia do Interior, da Polícia Civil, comandada pelo Delegado Bruno Fraga, e da Delegacia de Manacapuru, que tem o delegado Rodrigo Torres como titular.
Realizada em dezembro do ano passado, a primeira fase da operação Solimões Sem Fronteiras resultou em 25 prisões, naquela ocasião, efetuadas em Manacapuru, Manaus e Anori. Foram apreendidos três carros, três motocicletas, 600 gramas de produtos entorpecentes, dez celulares, duas armas de fogo e R$ 20 mil em espécie.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”