Pacientes sofrem para marcar consultas no Hospital Cardoso Fontes por causa do furto de cabos

Aposentado submetido a cirurgia de retirada de câncer na próstata precisou fazer amizade com funcionários e flanelinhas para marcar consultas. Roubo de cabos deixa Hospital Federal Cardoso Fontes sem telefone
Os pacientes que precisam marcar consultas no Hospital Federal Cardoso Fontes, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enfrentam dificuldades por causa do roubo de cabos. O problema causa transtornos para pacientes e funcionários da unidade de saúde.
O aposentado Paulo Pereira, que foi submetido a uma cirurgia na próstata para a retirada de câncer, enfrenta obstáculos para agendar as consultas de acompanhamento. Ele precisa passar por uma revisão de rotina a cada três meses.
Morador de Bento Ribeiro, na Zona Norte, ele teve que fazer amizade com os funcionários e até com os guardadores de carros que atuam na região para ter ajuda.
“Eu tenho que ficar ligando para o hospital para saber se a agenda está aberta. Mas eu estou tendo dificuldade para ligar para lá. Eu não consigo, por causa do roubo de cabos. Eu dependo dos funcionários me passarem os números particulares ou até os flanelinhas”, contou o paciente.
Imagens de câmeras de segurança mostram que os moradores do bairro da Prata, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, também sofrem com o problema.
O Ministério da Saúde, responsável pelo Hospital Cardoso Fontes, informou que a direção da unidade sempre comunica as autoridades responsáveis e registra o boletim de ocorrência todas as vezes que ocorre o furto de cabos, o que acaba prejudicando o sistema telefônico da unidade.
A reportagem entrou em contato com a operadora responsável pela cobertura de grande parte da rede na região, mas ela não se manifestou até o fechamento desta reportagem.
VÍDEOS: as notícias mais assistidas do G1
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”