Pandemia de Covid-19 diminuiu a liberdade na internet, diz estudo

A Covid-19 serviu de pretexto para aumentar a censura na internet. Foi o que mostrou um estudo da ONG americana Freedom House, que analisou 65 países.

Em pelo menos 45 deles, ativistas, jornalistas e outros usuários foram presos ou acusados ​​de crimes por discurso online relacionado à pandemia – casos da Turquia e Azerbaijão. A censura de sites e postagens em mídias sociais – para esconder estatísticas de saúde desfavoráveis, por exemplo – foi uma estratégia usada em 28 países.

Tailândia, Filipinas e Zimbábue estão entre os que se aproveitaram do contexto para impor condenações ultrarrígidas a quem compartilhasse informação considerada falsa na web – pena que, no país africano, pode chegar a 20 anos de reclusão.

Governantes de 13 países, como Myanmar e Quirguistão, foram além, e usaram a doença para “desligar” a internet em seu território.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.