Passa de mil o número de assassinatos registrados no ES em 2020

O número de homicídios registrados até novembro deste ano já é maior do que o total do ano passado, que foi finalizado com 978 ocorrências. O Espírito Santo atingiu, neste final de semana, a marca dos mil assassinatos. O número já é maior do que o registrado ao longo de todo o ano passado, quando 978 ocorrências foram registradas em solo capixaba.
Em 2019, o Espírito Santo havia alcançado o menor número de homicídios de sua série histórica, desde 1993. No entanto, os números voltaram a crescer este ano.
Até o final deste sábado (21), os dados contabilizados pela Secretaria de Estadual de Segurança Pública (Sesp), registravam 1001 ocorrências de assassinatos no Espírito Santo. No ano passado, até essa mesma data, eram 876.
Desses 1001 homicídios, 560 ocorreram na Região Metropolitana da Grande Vitória. Na comparação com o mesmo período de 2019, o número total de ocorrências nesta região foi de 470, ou seja, 90 homicídios a menos.
Mas é na Região Serrana onde o aumento mais expressivo foi registrado de um ano para o outro. Enquanto em 21 de novembro do ano passado eram contabilizadas 35 mortes violentas nesta região, este ano o número já chega a 56. Trata-se, portanto, de um salto de mais de 60%.
Seguindo a mesma tendência de crescimento, a Região Sul saltou de 68 mortes ocorridas no ano passado para 84 este ano. Já a Região Noroeste passou de 105 mortes em novembro de 2019 para 109 mortes em novembro de 2019.
Somente o Norte do estado permanece com saldo positivo: Foram 192 mortes registradas este ano, contra 198 no ano passado.
38 municípios registram mais mortes
Dos 78 municípios capixabas, 38 registram um número de assassinatos superior ao de 2019, enquanto mais 20 já alcançam a mesma marca do ano anterior.
Em números absolutos, Cariacica é a cidade da Grande Vitória com o maior número de assassinatos. A cidade, que registrou 135 homicídios até 21 de novembro do ano passado, hoje já registra 158 (um aumento de 17%).
No entanto, são as cidades de Guarapari e Vila Velha que apresentaram os maiores saltos na escalada do número de mortes em termos proporcionais. Em Guarapari, as ocorrências passaram de 23 para 33 (um aumento de 43,4%). Já em Vila Velha, os homicídios passaram de 107 para 140, ou seja, 30% a mais que em 2019.
Na Serra, o aumento das mortes violentas foi de 20% (passando de 125 para 150), enquanto em Vitória, até este sábado (21), as ocorrências se mantiveram no mesmo patamar: Foram 62 em 2019, assim como em 2020.
20 cidades registram menos mortes
Outras 20 cidades do estado mantém um saldo positivo em relação a 2019. Este é o caso, por exemplo, de Aracruz, no Norte, que registrou 26 assassinatos em novembro do ano passado e, agora, possui 15. A redução é de mais de 57%.
A Sesp foi procurada pela G1 para falar sobre o assunto, mas não se manifestou até a última atualização desta notícia.
VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias
Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.