Paulo Figueiredo Filho avalia debate Trump x Biden: ‘Não teve ganhador’

O jornalista Paulo Figueiredo Filho, pós-graduado em relações internacionais e que vive nos Estados Unidos, analisou no Morning Show desta quarta-feira (30) o primeiro debate entre Donald Trump e Joe Biden, candidatos à Presidência do país norte-americano. Para Figueiredo, esse foi um dos debates mais caóticos dos últimos anos. “Não teve exatamente um ganhador. O consenso da cobertura e da repercussão do debate é que esse foi o mais caótico da história da política americana. Eu acompanho todos os debates desde a era Clinton até agora, e não me lembro de um debate tão confuso e tão difícil de ser acompanhado”, afirmou.

Figueiredo disse que o resultado da eleição em novembro é totalmente imprevisível, pois as pesquisas divergem muito e o primeiro debate colocou mais dúvidas do que soluções para os eleitores dos Estados Unidos. “A pesquisa da CBS, que sai tradicionalmente após o debate, indicou que 83% dos espectadores acharam que o debate teve um tom negativo, enquanto 17% acharam um tom positivo; 69% acharamm que o debate foi irritante e 31% afirmaram que foi de certa forma divertido. Só 17% das pessoas que assistiram acharam que foi informativo. Então fica essa divisão: 48% acham que o Biden ganhou, 41% que o Trump ganhou [o debate. Mas a verdade é que não houve grandes vencedores”, ponderou o jornalista.

O analista político ainda avaliou que, individualmente, Trump se saiu melhor que Biden. “Na minha opinião pessoal das performances, acho que o Donald Trump exagerou na agressividade e nas interrupções, mas conseguiu ser bastante assertivo, acertou um socos bem duros, enquanto Biden só falou platitudes e não respondeu absolutamente nada, que é a característica tradicional dos políticos de esquerda.”

Assista à entrevista com Paulo Figueiredo Filho:

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”