Pesquisa Ibope em Uberlândia: veja avaliação de Odelmo, Zema e Bolsonaro

Levantamento foi feito entre 11 e 12 de outubro. Além da classificação em ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo dos 3 governantes, o levantamento questionou ainda se os entrevistados aprovavam ou não o governo do atual prefeito Odelmo Leão. A pesquisa Ibope divulgada pela TV Integração nesta quarta-feira (14) mostra os percentuais de avaliação das administrações do prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão (PP), do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO), e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).
Além da classificação em ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo dos três governantes, o levantamento questionou ainda diretamente se os entrevistados aprovavam ou não a administração de Odelmo.
Odelmo
Avaliação:
Ótima/Boa: 66%;
Regular: 24%;
Ruim/Péssima: 11%;
Não sabe/não respondeu: 0%.
Aprovação:
Aprova: 73%;
Desaprova: 21%;
Não sabe/não respondeu: 5%.
A soma dos percentuais pode não totalizar 100% em decorrência de arredondamentos.
Zema
Avaliação:
Ótima/Boa: 41%;
Regular: 40%;
Ruim/Péssima: 18%;
Não sabe/não respondeu: 2%.
A soma dos percentuais pode não totalizar 100% em decorrência de arredondamentos.
Bolsonaro
Avaliação:
Ótima/Boa: 38%;
Regular: 23%;
Ruim/Péssima: 38%;
Não sabe/não respondeu: 1%.
A soma dos percentuais pode não totalizar 100% em decorrência de arredondamentos.
A pesquisa foi encomendada pela TV Integração.
Sobre a pesquisa
Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos
Quem foi ouvido: 532 eleitores da cidade de Uberlândia
Quando a pesquisa foi feita: 11 a 12 de outubro
Número de identificação na Justiça Eleitoral: MG-00596/2020
O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.
Pesquisas eleitorais: o que é amostra, margem de erro e nível de confiança
Initial plugin text
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”