PM fará operação para evitar aglomerações durante o feriado no litoral de SP


Ações serão realizadas durante todo o feriado prolongado de Finados, entre os dias 30 e 2 de novembro. PM fará operação na cidade de Santos, SP, para evitar aglomerações durante todo o feriado
Divulgação/Polícia Militar
O Sexto Batalhão de Policia Militar do Interior, responsável pelo policiamento ostensivo na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, desencadeará diversas operações para promover a segurança da população e evitar aglomerações de pessoas em eventos não permitidos no município. As ações serão realizadas durante todo o feriado prolongado de Finados, entre os dias 30 e 2 de novembro.
Cidades da Baixada Santista vão intensificar fiscalização durante feriado de Finados
Feriado terá reforço de guarda-vidas na Baixada Santista para salvamentos e prevenção
Entre as ações que serão promovidas pela PM, está a “Operação Visibilidade”, que irá empregar policiais militares da atividade Delegada e Dejem (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar) nos locais de maior circulação de pessoas durante o feriado, como orla da praia e pontos turísticos.
Com isso, haverá um reforço de 330 policiais, que utilizarão 60 viaturas divididas entre bicicletas, quadriciclos, pontos de estacionamentos e rondas de viaturas que serão empregadas no policiamento ostensivo.
Também será realizada a “Operação Paz e Proteção”, que terá como objetivo coibir a aglomeração de pessoas. Essa operação tem previsão de atuar em 12 locais de Santos durante todo o feriado.
A ação, que já está sendo realizada seguidamente durante os últimos quatro finais de semana, é voltada para coibir “pancadões”, bailes funks e reuniões em vias públicas que ocorrem ilegalmente. Esses eventos, segundo a PM, ocorrem em desacordo com as orientações dos órgãos sanitários considerando a pandemia da Covid-19 e também às leis relativas à perturbação do sossego público, interdição de via, uso de solo, descarte irregular de lixo e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
De acordo com a corporação, o efetivo empregado na operação também dará o apoio, caso seja solicitado, a órgãos municipais e estaduais para a fiscalização de comércios irregulares, condutas contrárias à legislação e eventuais apreensões de aparelhagem de som e iluminação, além de outras ações que podem contribuir para evitar a realização de eventos não autorizados.
“Oriente seus familiares e seu círculo de amizades que evite aglomeração de pessoas e a participação de eventos irregulares que causam inúmeros transtornos para quem reside na região onde os encontros acontecem, muitas vezes com o consumo de drogas, ingestão de bebidas alcoólicas por menores de idade e a contravenção penal de perturbação do sossego público. Também é importante destacar a responsabilidade dos pais ou responsáveis legais com relação aos filhos menores de idade”, destacou a Polícia Militar.
A PM também reforça que a população pode acionar a polícia e fazer denúncias pelo número de emergência 190, pelo qual é garantido o sigilo do denunciante.
Operações visam coibir eventos que gerem aglomerações na região
Divulgação/Polícia Militar
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.