Polícia Civil prende avô da criança vítima de maus-tratos; suspeito pelas agressões está foragido

Mãe do menino de três anos de Santa Rita do Sapucaí (MG) está presa desde o último sábado. De acordo com a Polícia Civil, avô, de 45 anos, foi detido por ser conivente com o crime. Avô de criança vítima de maus-tratos é preso; suspeito por agressões está foragido
O homem suspeito de maus-tratos e agressões contra menino de três anos em Santa Rita do Sapucaí (MG) está foragido e o avô da criança foi preso nesta terça-feira (27) por ser conivente com o crime. O garoto está internado desde sábado (24) no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre (MG), e a mãe dele foi presa no mesmo dia e, posteriormente, levada ao Presídio de Caxambu (MG).
De acordo com o delegado regional de Pouso Alegre, Renato Gavião, o namorado da mãe, que é suspeito pelas agressões e maus-tratos é considerado foragido. Além disso, também segundo o delegado, o avô, de 45 anos, foi detido por ser conivente com o crime.
“Em continuidade às investigações, tendo êxito na prisão do avô da criança, foi ouvido também o pai da criança e existe um mandado de prisão em aberto em relação ao namorado da mãe da criança. Então, essa pessoa já está foragida, não foi localizada. Com o mandado de prisão em aberto, esse é o próximo passo da investigação. Então, a Polícia Civil está canalizando suas energias a fim de localizar esse indivíduo e efetuar sua prisão, tendo em vista a novas declarações da suspeita [mãe da criança] presa no sábado”, destacou o delegado Renato Gavião.
O estado de saúde do menino de três anos não foi informado pelo Hospital Samuel Libânio até esta publicação.
O caso
O garoto foi levado ao hospital de Pouso Alegre no sábado. O menino foi entubado na UTI e possuía fratura no antebraço direito, além hemorragia no abdômen.
A criança teria sofrido série de ferimentos durante a semana e a mãe alegou à polícia que todos foram resultado de acidentes domésticos como queda de guarda-roupa, queimadura de óleo enquanto fritava peixe e outra queda.
A Polícia Civil prendeu a mãe por suspeita de agressões e maus-tratos após ouvir depoimento dela, o qual voltou a falar sobre acidentes domésticos. O namorado dela é suspeito pelas ações e está foragido. Já o avô foi detido por ser conivente com o crime.
Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.