Polícia Militar de Uberaba e Lions Clube arrecadam gelatina para as unidades que atendem pacientes com câncer


O alimento é melhor consumido pelos pacientes durante o tratamento. A campanha se encerra no dia 31 de outubro; saiba como ajudar. Polícia Militar e Lions Clube de Uberaba Lançam campanha de arrecadação de gelatina
Polícia Militar/Divulgação
A Polícia Militar e o Lions Clube em Uberaba lançaram nesta semana uma campanha para a arrecadação de gelatina em pó, até o dia 31 de outubro. A gelatina será destinada para os pacientes que lutam contra o câncer no Hospital Hélio Angotti e a entidades de acolhimento a pacientes em tratamento da doença.
O atendimento e tratamento na cidade é oferecido a pessoas de municípios do Triangulo Mineiro e da região do Noroeste do estado. Um total de 60 municípios assistidos.
Ao todo, 96% do atendimento feito pelo hospital é pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A doação das gelatinas contribuem para o tratamento desses pacientes, por isso a Polícia Militar e o Lions Clube abraçam essa causa como explicou o major da Polícia Militar, Wanderlam Alves.
“Qualquer pessoa pode contribuir e levar o donativo até a sede do 4º Batalhão no Bairro Fabrício ou na sede do 67º Batalhão, que fica no Bairro Santa Marta. Essas unidades trabalham em horário comercial. Para facilitar, a Polícia Militar também recebe esses donativos nas Bases de Segurança Comunitárias das 14h às 23h30”, acrescentou.
Além da arrecadação nos batalhões, as 12 Bases Comunitárias que estão em vários bairros da cidade também estão aptas a arrecadar as doações. Ainda conforme o major, a escolha pelas gelatinas é porque Os pacientes em tratamento oncológicos têm mais facilidade em engolir este alimento.
“Após estudos científicos constatou-se que a gelatina é um alimento muito bom para o tratamento e recuperação das pessoas com câncer”, destacou Wanderlam Alves.
A entrega dos produtos será feita em parceria com o Lions para as entidades cadastradas no tratamento ao câncer.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”