Por causa da pandemia, campanha ‘Papai Noel dos Correios’ ganha versão online no interior de SP


Moradores da região de Itapetininga podem adotar as cartinhas pelo site dos Correios. Podem participar crianças até 10 anos de idade, que estejam em situação de vulnerabilidade social; confira como participar. Campanha do Papai Noel dos Correios será de forma online neste ano por causa da pandemia de coronavírus
Caio Coutinho/G1
A campanha solidária dos Correios, que arrecada brinquedos para crianças carentes, começou na região de Itapetininga (SP). Por causa das medidas de segurança no combate ao coronavírus, a edição deste ano ocorre de forma online.
Podem participar crianças de até 10 anos de idade, que estejam em situação de vulnerabilidade social, de acordo com as regras da campanha.
Após serem escritas pelas crianças (ou com ajuda de um adulto), as cartinhas precisam ser fotografadas e cadastradas no site dos Correios. É necessário que a foto mostre a carta de forma legível.
As cartas que atenderem aos critérios estabelecidos pela ação serão disponibilizadas para adoção no site. A iniciativa também contempla alunos que estejam até o 5º ano da rede pública de ensino e por crianças acolhidas em creches, abrigos ou núcleos socioeducativos.
Adote uma cartinha
Os interessados em adotar uma cartinha devem acessar o link do serviço e clicar em “Adotar Carta”. Com base na localidade informada, serão disponibilizadas as cartinhas e as sugestões de locais para entrega dos presentes.
Quem adotar uma cartinha vai receber um e-mail com a confirmação da adoção. Para visualizar as cartinhas adotadas, é necessário acessar a página de adoção online e clicar no menu “Minhas Cartas”.
Entrega dos presentes
A entrega dos presentes será feita presencialmente e com atenção aos protocolos de segurança, como o uso de máscaras e distanciamento para evitar aglomerações.
As datas, locais e horários de funcionamento dos pontos de entrega podem ser consultados no site da campanha.
Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região
VÍDEOS: confira mais reportagens da região
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.