Por Decreto, Executivo pede rescisão de contratos com a Casan

Documento publicado no Diário Oficial dos Municípios na última sexta-feira (29) alega que a Casan teria descumprido metas previstas em contrato. Além da rescisão, o município de Garopaba pede uma multa de R$ 14 milhões. Prefeito Sérgio Cunha diz que os tramites finais estão sendo tratados entre os jurídicos e, caso a intenção se concretize, uma empresa de São Paulo irá operar o abastecimento de água pelos próximos 180 dias.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.