Por risco de desabamento, ponte é interditada no Litoral Norte de SC após determinação judicial


Prefeitura de Barra Velha tem até 90 dias para realizar reforma. Ministério Público de Santa Catarina pediu interdição porque a estrutura pode ruir, com ‘risco potencial de perda de vidas’. Justiça determina interdição de ponte em Barra Velha
Uma ponte em Barra Velha, no Litoral Norte catarinense, foi interditada neste sábado (21) por determinação judicial. A estrutura sobre o rio Itajuba oferece riscos e pode desabar.
A Defesa Civil municipal colocou materiais de concreto sobre a via para evitar a passagem de veículos e também de pedestres. A determinação é de quinta-feira (19) e atende a um pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).
Além da interdição, a prefeitura tem até cinco dias para fazer toda a sinalização necessária no local e 90 dias para apresentar e executar um projeto de reforma.
Riscos
Ponte foi interditada em Barra Velha por apresentar riscos de desabar
Defesa Civil municipal/Divulgação
Um laudo técnico apontou que limitação de tráfego não é suficiente para garantir a segurança de quem passa pelo local. A estrutura já apresenta problemas pelo menos desde 2013.
“A interdição total não poderia ser prorrogada, diante da gravidade das conclusões periciais que apontaram avariação integral dos quatro pilares da ponte, o que é suficiente para romper repentinamente sua estrutura e causar seu desabamento, implicando risco potencial de perda de vidas”, informou a promotoria de Justiça de Barra Velha pelo assessoria de imprensa do MPSC.
A prefeitura já realizou algumas obras de reparação da estrutura, mas que foram insuficientes para evitar o risco de a estrutura ruir.
Desvios
Ponte sobre o Rio Itajuba foi interditada por determinação da Justiça de Santa Catarina
Heverton Ferri/NSC TV
A ponte fica em uma das principais vias de Barra Velha. Os moradores que passavam pelo local precisam desviar por outro caminho pela BR-101, que aumenta o trajeto.
“É o único acesso interno que os moradores têm para ir para o centro da cidade. Recomendamos usar os viadutos pela BR-101 ou usar serviços do município vizinho de Balneário Piçarras”, explicou Elton Cunha, chefe da Defesa Civil municipal.
Com a interdição, que pode durar até três meses, um bairro, com mais de 10 mil moradores, foi o mais afetado pelas dificuldades de acessos, segundo a Defesa Civil.
Ponte em Barra Velha foi interditada por risco de desabar
Defesa Civil de Barra Velha/Divulgação
Veja vídeos com alguns dos destaques do G1 SC:
Veja outras notícias do estado no G1 SC
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.