Preso por homicídio de mulher em hotel em Maceió confessa e diz que estava sob efeito de cocaína

Ele foi preso em casa, na Jatiúca. Mayara Fabiane Quintino dos Santos Oliveira, de 24 anos, era garota de programa e foi morta por asfixia na madrugada de segunda (17). Delegado Eduardo Mero, coordenador da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Maceió, dá detalhes do crime

O homem preso pela morte de uma garota de programa no centro de Maceió confessou o crime à Polícia Civil. Ele disse em depoimento que estava sob efeito de cocaína e perdeu o controle, segundo informou nesta quinta-feira (20) o delegado Eduardo Mero, coordenador da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O corpo de Mayara Fabiane Quintino dos Santos Oliveira, de 24 anos, foi encontrado na madrugada de segunda (17). O homem que confessou foi preso em casa dois dias depois, no bairro da Jatiúca. Ele não teve o nome divulgado pela polícia.

“Primeiro ele pegou a vítima na Pajuçara. Ele diz que os dois usaram cocaína dentro do quarto, só que o que ele narra é que ela teria usado cocaína dele e ele ficou revoltado. Ele disse que foi aí que ele perdeu a cabeça e cometeu essa barbárie”, afirmou Mero.

Um exame de necropsia apontou que ela foi assassinada por asfixia, por meio da pressão que o suspeito fez com as mãos no pescoço da vítima.

Carro usado pelo homem que confessou ter matado garota de programa no centro de Maceió foi apreendido pela polícia

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”