Professores relatam experiências e desafios de aulas online durante pandemia em Divinópolis


Diante do novo cenário foi necessária a adaptação de profissionais, estudantes e familiares. Professores relatam desafios de aulas online em Divinópolis
Assessoria/Divulgação
No Dia do Professor, comemorado na última quinta-feira (15), o G1 contou duas histórias de professoras no Centro-Oeste; uma que se emocionou ao receber homenagem de alunos em uma aula remota e outra que tem estimulado o gosto pela poesia em Passa Tempo.
Neste domingo (18) a reportagem traz depoimentos de docentes sobre os desafios das aulas remotas durante a pandemia.
‘Todo mundo ligou a câmera no último dia de aula e eu fiquei emocionada’, diz professora em Divinópolis
Em tempos de pandemia, professora adapta projeto e leva poesia para dentro das casas em Passa Tempo
Desde março, os professores adaptaram em suas próprias casas as salas de aula e é da casa de cada um, que os educadores estão cumprindo a missão de promover o ensino remoto.
Diante do fechamento das escolas por conta da pandemia do novo coronavírus, muitos professores tiveram que driblar as dificuldades, fossem elas particulares ou coletivas, como inexperiência dos alunos com ferramentas tecnológicas.
Fato é, que estes profissionais conseguiram dar a volta por cima e distribuir conteúdo dos semestres letivos pela internet.
Para a professora de matemática, que atua na rede pública em Divinópolis, Junimara Carvalho, o único ponto positivo do ensino remoto foi que os alunos não ficaram sem as aulas.
Sobre os desafios, Junimara lista vários. A começar pelo distanciamento dos alunos, execução de atividades e interação com os estudantes.
“O aprendizado infelizmente fica defasado e isso é mais evidente, principalmente pra mim que trabalho em escola pública. A dificuldade é muito maior. Há crianças que não têm acesso à internet, dependem muitas vezes do celular dos pais, a internet muitas vezes não ajuda, geralmente é só a internet do celular mesmo. Então há ocasiões em que é preciso mandar algum vídeo explicando a matéria e não há como, porque os meninos não têm internet para baixar essas aulas. Fica então um estudo um pouco vazio.
O professor em cursos de gestão, moda e direito, Jefferson Thompson Pimenta, destaca que o maior desafio neste momento de aulas remotas, é compreender que se trata de um novo ambiente, em que o professor e o aluno estão juntos e não separados. Para ele, este é o ponto de partida, a chave para vencer os demais obstáculos impostos pelo cenário de pandemia.
A era da tecnologia, independe do ambiente virtual, já está presente e exige de nós como docentes, que refaçamos a leitura das metodologias que já usávamos e que estejamos em busca de atualização de novas práticas educacionais, que coloque o aluno como protagonista no seu processo de aprendizagem. O professor é ainda mais instigado a dar asas consistentes, para que os alunos possam alçar voos mais altos.
O relato de Fernanda Francischetto, que é professora dos cursos de saúde da Una em Divinópolis, segue a mesma linha da percepção da professora Junimara. Para ela, o maior desafio foi o distanciamento dos alunos. Sempre acostumada a encontrar as turmas, ela teve que reinventar o modo de ministrar as aulas.
Tive que construir novas metodologias, me fez pensar em como interagir com esses alunos, como fazer as aulas serem interativas, e como construir esse espaço virtual de aprendizagem. Esse foi um desafio, de se pensar distante e procurar a aproximação virtual, contou.
No entanto, Fernanda também teve a sensibilidade para apontar pontos positivos. Ela destaca que os desafios agregaram à carreira, já que ela precisou se reinventar e construir novas ferramentas que no âmbito presencial não eram necessárias. Ou seja, o desafio das aulas remotas impulsionaram a professora no processo criativo quanto à elaboração das aulas.
Ser professor na era da tecnologia tem significado também muitos ganhos. Essa situação também me transformou em uma professora melhor e assim eu penso que serei, porque eu consegui pensar ferramentas que antes não me eram necessárias no espaço de sala de aula. Hoje eu tenho todo um montante de experiência das aulas presenciais agregada agora, com várias ferramentas e instrumentos virtuais e tecnológicos, pontuou.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”