Quatro bairros de Fortaleza concentram novos casos de Covid-19, informa Secretaria da Saúde


Os dados foram detalhados em informe epidemiológico. Quatro bairros concentram maioria dos novos casos de Covid-19 em Fortaleza.
Natinho Rodrigues/Sistema Verdes Mares
Fortaleza registra concentração de novos casos de Covid-19 em quatro regiões da cidade. De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) neste sábado (24), as novas ocorrência acontecem principalmente em bairros de maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) localizados na Regional II da capital. Os bairros são: Meireles, Aldeota, Mucuripe e Cocó.
Secretaria da Saúde rebate Consórcio Nordeste e diz que não é possível falar em segunda onda de Covid-19 no Ceará
Camilo Santana volta a proibir eventos em ambientes fechados no Ceará
O boletim, em dados absolutos, mostra que o Meireles acumula 1.747 casos e 68 óbitos; a Aldeota tem 1.553 casos e 56 óbitos; o Mucuripe, 346 casos e 40 óbitos; por fim, o Cocó soma 625 casos registrados e 26 óbitos. A SMS não detalhou os números de casos desta semana nos quatro bairros.
O informe atualizado pela SMS ainda aponta que a faixa etária predominante dos novos pacientes infectados com o novo coronavírus é entre 20 e 39 anos. E, conforme a Secretaria, os números não apresentaram indícios de relação com a reabertura das escolas para atividades presenciais. Na verdade, a SMS informa que o incremento de casos de jovens moradores de “áreas ricas da cidade” está associado, em alguma medida, aos chamados eventos classificados pela secretaria como “superdisseminadores” ou “superespalhadores”, como tem sido relatado em outros países.
Nesses eventos há aglomerações e limitado uso da máscara por parte dos frequentadores, além de muitas pessoas ocupando espaços, privados ou públicos, quase sempre com pouca circulação de ar, como casamentos, festas, shows musicais, eventos religiosos, cerimônias de posse etc. Nesta sexta-feira (23), o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), voltou a proibir eventos em locais fechados em todo o estado.
Um levantamento feito pelo G1 com dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) mostra que pessoas jovens do Ceará, com idade entre 20 e 29 anos, são o segundo grupo etário com maior proporção de casos de Covid-19, atrás apenas de pessoas de 30 a 39 anos.
A SMS ainda alerta no documento que eventos eleitorais de campanha, com possibilidade de grande aglomeração, também causam preocupação neste momento.
Novo decreto volta a proibir eventos festivos em ambientes fechados no Ceará
Tendência no Ceará
Nesta sexta-feira, (23) o Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste divulgou relatório em que informa que o Ceará apresenta tendência de alta com relação aos casos de Covid-19 e alerta para uma possível segunda onda da pandemia no estado. Porém, a análise do Comitê também reconhece que o estado “segue tendência de evolução com baixa de risco”.
A informação foi rebatida neste sábado pela Sesa. Em comunicado, a pasta informou que ainda não é possível confirmar um cenário de uma segunda onda da Covid-19 no Ceará.
“Há pequenos surtos localizados, seguidos por uma queda nos registros, a exemplo do que aconteceu recentemente em áreas como o Cariri e Crateús. Mas há também aumento de casos em outras regiões, a exemplo da Região da Saúde de Fortaleza, onde na semana passada foram registrados 743 novos casos (crescimento de 72% em relação à semana anterior) nos 44 municípios da área, uma média de 106 por dia”, disse a Sesa em nota.
Covid-19 no Ceará
O Ceará registra 269.392 casos confirmados de Covid-19 e 9.246 mortes em decorrência da enfermidade. Os dados são da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), atualizada às 9h29, deste sábado (24). O número de pessoas recuperadas chegou a 230.531.
Ainda estão sendo investigados 52.622 casos e 600 óbitos. Desde o início da pandemia, já foram notificados 835.847 casos da Covid-19. O estado realizou 932.898 testes para identificar o novo coronavírus.
VÍDEOS: Veja mais notícias do Ceará
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.