Reservatórios de água de Valinhos e Indaiatuba ganham ‘respiro’ após chuvas fortes da semana


Em Artur Nogueira, moradores relataram fim do rodízio do abastecimento com a recarga da represa. Os reservatórios de água em Valinhos (SP) e Indaiatuba (SP) ganharam um “respiro” depois de longos períodos de estiagem. As chuvas que atingiram a região durante a semana e provocaram estragos em algumas cidades, também ajudaram a ampliar o volume de armazenamento.
Em Valinhos, por exemplo, a falta de chuva no período de seca fez com que a barragem Moinho Velho chegasse a 10% da capacidade, em uma situação que o Departamento de Água e Esgoto da cidade classificar a situação como pior que a registrada durante a crise hídrica em 2014.
Apesar do alívio, a pequena mudança no cenário da barragem não tira a gravidade da situação. Por conta da seca, a captação principal foi desativada e, atualmente, duas bombas colocadas no meio do reservatório é que garantem o abastecimento da população de Valinhos.
A expectativa é que até dezembro os reservatórios possam ser recarregados com o período de chuvas.
Mudança de cenário
Em Indaiatuba (SP), o volume de água foi mais generoso e mudou o cenário da represa do Mirim, que há pouco tempo tinha o solo exposto por conta da seca. No momento, o reservatório opera com 65% da capacidade que é superior a 1 bilhão de litros de água.
“A represa foi feita para aguentar, sem chuvas, 120 dias. E já tinha passado, chegou a 130, 140 dias sem chuvas”, conta Sandro de Almeida Lopes, superintendente do SAAE de Indaiatuba.
Artur Nogueira
Moradores de Artur Nogueira (SP) relataram nesta sexta à EPTV, afiliada da TV Globo, que o rodízio na distribuição de água, iniciado no dia 31 de outubro, chegou ao fim.
Após registrar níveis bem abaixo do ideal, a represa Cotrins, que atende à demanda da cidade, voltou a ficar cheia, graças as chuvas que atingiram a região durante esta semana.
Represa responsável pelo abastecimento de Artur Nogueira (SP) voltou a ficar cheia após chuvas que caíram na cidade
Reprodução/EPTV
Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.