RESUMO: Saiba os detalhes do crime que marcou a sexta-feira em Canelinha

Flávia Godinho Mafra, 24 anos , foi vítima de um crime brutal ocorrido na tarde de ontem, em Canelinha. A jovem estava grávida de 38 semanas e desapareceu depois de ir para um chá de bebê, com a possível autora do crime.

A família deu falta da jovem e começou a busca por informações. Rapidamente a notícia ganhou os noticiários. Hoje pela manhã, o crime foi descoberto. A jovem foi encontrada sem vida em uma cerâmica desativada no bairro Galera, em Canelinha. No local, a imagem era chocante .

O crime foi cometido com requintes de crueldade. Segundo a Polícia, uma amiga da vítima seria a autora. Ele teria armado o evento e levado a grávida para a emboscada. Seu desejo era arrancar o filho da barriga da amiga e ficar com a criança.

O plano começou a ser descoberto depois que ela e deu entrada no hospital e Maternidade Maria Sartori Bastiani. O médico perceber que, apesar de ensanguentada, a mulher não aparentava ter tido um parto. A polícia foi acionada e desvendou o caso.

Ainda no hospital, a autora confessou o crime. Ele teria desferido golpes contra Flávia e cortado sua barriga com estilete para arrancar a criança. A bebê foi internada no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, com marcas de cortes pelo corpo. O nascimento estava previsto para 22 de setembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O casal foi autuado em flagrante por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver e lesão corporal gravíssima na criança.

(function(d, s, id) {

var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];

if (d.getElementById(id)) return;

js = d.createElement(s); js.id = id;

js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.6”;

fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);

}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”