Safras recordes levam agricultores a investirem alto em maquinário

Com mais dinheiro no bolso, produtores rurais decidiram investir em novas máquinas agrícolas para aumentar ainda mais o rendimento das lavouras. Aumenta a venda de máquinas agrícolas
O Brasil deve fechar 2020 com mais uma safra recorde de grãos, e um setor ligado ao agronegócio está comemorando as boas vendas.
As grandes máquinas de mais de R$ 2 milhões avançam pela lavoura. As plantadeiras e tratores, de última geração, são os mais novos investimentos do agricultor Agnaldo Resende, de Bela Vista, interior de Goiás.
Os fazendeiros não podem perder tempo e nem dinheiro, afinal as próximas safras estão vendidas. “Eu preciso ser muito eficiente no meu plantio e, para eu ser eficiente, eu realmente preciso desse aporte de maquinário que vai conseguir me atender”, conta o produtor rural Agnaldo Sousa Resende Filho.
As últimas colheitas renderam bons lucros para os agricultores. Resultado dos preços altos na hora de vender os produtos, principalmente, a soja e o milho. Aí, com mais dinheiro no bolso, os agricultores decidiram investir em novas máquinas agrícolas para aumentar ainda mais o rendimento das lavouras.
Esse movimento de renovação da frota alavancou os negócios nas revendas. Em Jataí, interior de Goiás, tem produtor numa lista de espera para comprar tratores, plantadeiras e colheitadeiras.
“A previsão desses equipamentos que estão na lista de espera é de começarem a chegar agora em dezembro e janeiro. E alguma coisa está ficando ainda para setembro do ano que vem, para o próximo plantio de soja”, diz a gerente de marketing, Selimar Batista de Sousa.
2020 deve fechar com crescimento de 3% nas vendas em comparação com 2019. Isso representa 40 mil novas máquinas trabalhando nas lavouras do país.
“O setor que está crescendo esse ano é o setor de máquinas agrícolas, com crescimento substancial para atender essa demanda do agronegócio, com recorde na safra”, explica o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.
E com tanto investimento em tecnologia, os agricultores dizem que a próxima safra será ainda melhor. “Esse é o investimento que a gente faz, né? Você compra uma máquina nova, com tecnologias novas para tentar buscar o maior teto produtivo possível da cultura que você está plantando”, diz o gerente de fazenda, Sidney Balduíno.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.