Secretaria de Saúde do ES vai pedir ao TRE proibição de comícios e passeatas até o fim das eleições


Eventos já haviam sido proibidos em decreto do governo por causa da pandemia do coronavírus. No entanto, algumas regras não estão sendo seguidas. O secretário de saúde do ES, Nésio Fernandes, e o gerente Estadual de vigilância em saúde, Orlei Cardoso, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (30).
Sesa
O secretário de Estado da Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, anunciou nesta sexta-feira (30) que a secretaria vai pedir ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) a proibição de comícios e passeatas até o fim das eleições.
O motivo é que as aglomerações promovidas em eventos como estes podem aumentar o risco de contaminação pela Covid-19.
Os comícios e as passeatas já estavam proibidos por decretos do governo do Estado publicados em abril e em setembro, por causa da pandemia. Entretanto, eventos políticos com grande volume de pessoas já foram registrados.
Nesta semana, pelo menos três candidatos às Prefeituras de municípios na Grande Vitória testaram positivo para a doença.
“Nós temos no nosso Estado algumas atividades eleitorais que não estão respeitando as normas da Sesa e do Governo. Por isso, a Sesa está recomendando ao TRE os termos do decreto do governador e as regras da Sesa, para que outros poderes determinem um marco legal para proibir essas atividades. Vamos pedir que proíbam atividades de campanhas políticas coletivas, tal qual comícios e passeatas, ainda, no tempo das eleições”, declarou Nésio.
Em nota, o TRE-ES disse que ainda não foi informado oficialmente sobre o pedido.
Conheça boas iniciativas em meio à pandemia do coronavírus
Initial plugin text
Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.