Secult prorroga inscrições na Lei Aldir Blanc até 30 de outubro


A Lei Aldir Blanc prevê o repasse de cinco parcelas de R$ 600 para trabalhadoras e trabalhadores da cultura. A Lei Aldir Blanc prevê o repasse de cinco parcelas de R$ 600 para trabalhadoras e trabalhadores da cultura.
Ana Lícia Menezes/PMA/Divulgação
A Secretaria de Estado de Cultura (Secult) prorrogou para até o dia 30 de outubro o período de cadastramento na plataforma Mapa Cultural do Pará. A Lei Aldir Blanc prevê o repasse de cinco parcelas de R$ 600 para trabalhadoras e trabalhadores da cultura.
Recebem o benefício aqueles que tenham atuação comprovada no segmento nos últimos dois anos e que não estejam contemplados no auxílio emergencial do Governo Federal. Para fazer o cadastro, basta acessar a página do programa.
A Secult vai enviar na próxima semana mais de 200 pesquisadores para realizarem o cadastro em 52 municípios onde vivem comunidades indígenas, 58 onde foram mapeados grupos quilombolas e outros 18 municípios com comunidades ribeirinhas e extrativistas.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.