Seis são presos suspeitos de participação em organização criminosa durante operação no sudoeste da Bahia


Denominada de Laranja, a operação foi deflagrada nesta quinta-feira (19). No total, a operação cumpriu 13 mandados de prisão e 23 de busca e apreensão. Seis são presos suspeitos de participar de organização criminosa durante operação no sudoeste da Bahia
Polícia Civil / Divulgação
Seis pessoas apontadas pela polícia como integrantes de uma quadrilha que atua no tráfico de drogas e em outros crimes, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, foram presos durante uma operação nesta quinta-feira (19). A informação foi confirmada pela Polícia Civil.
De acordo com a polícia, os seis presos estavam sendo investigados há cerca de nove meses por comércio ilegal de arma de fogo, furto mediante fraudes bancárias e lavagem de dinheiro, além de atuação no tráfico de drogas.
Os presos são cinco homens e uma mulher. Todos estão à disposição da Justiça.
Denominada de Laranja, a operação foi deflagrada nesta quinta, pela Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Vitória da Conquista). No total, a operação cumpriu 13 mandados de prisão e 23 de busca e apreensão.
Ainda de acordo com a polícia, armas, munições, cerca de R$ 22 mil, computadores, aparelhos de TV e som, duas motos aquáticas, joias e veículos foram apreendidos na ação
No total, cerca de oitenta policiais participaram da operação, que contou com o apoio de equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Coordenação de Operações Especiais (COE), da 10ª e 20ª Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpin), de Conquista e Brumado, respectivamente.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Seis são presos suspeitos de participação em organização criminosa durante operação no sudoeste da Bahia
Polícia Civil / Divulgação
Seis são presos suspeitos de participação em organização criminosa durante operação no sudoeste da Bahia
Polícia Civil
Assista aos vídeos do Bahia Meio Dia
Ouça ‘O Assunto’
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.