Sem leitos do Metropolitano, taxa de ocupação de UTI Covid em Campinas é de 57,7% nesta sexta


Balanço aponta redução no número de vagas do SUS Municipal; cidade tem 168 nas redes pública e privada, sendo que 97 estão ocupadas e 71 livres. Hospital Municipal Ouro Verde, em Campinas
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Campinas (SP) registra na tarde desta sexta-feira (20) ocupação de 57,7% dos leitos exclusivos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19. A variação positiva, em relação ao boletim do dia anterior, ocorre pela suspensão de uso de leitos do Hospital Metropolitano pela administração.
De acordo com a prefeitura, 97 das 168 estruturas disponíveis nas unidades públicas e particulares da metrópole estão preenchidas, enquanto 71 estão livres. Na quinta, eram 99 ocupadas de 175 existentes – veja abaixo detalhes.
Ocupação de leitos nesta sexta-feira:
SUS Municipal: são 64 leitos, dos quais 36 estão ocupados (56,3%) e há 28 livres;
SUS Estadual (HC da Unicamp): há 30 leitos, sendo 7 preenchidos (23,3%) e 23 vagos;
Particular: total é de 74 leitos, distribuídos entre 54 ocupados (73%) e 20 sem uso.
Casos de Covid-19
A Prefeitura de Campinas confirmou, na manhã desta sexta, mais três mortes por coronavírus e chegou a 1.354. Segundo a administração, o número de pessoas infectadas também teve aumento de 177 casos em comparação com o último balanço, totalizando 41.158 registros da Covid-19 no município.
Os novos casos e mortes contabilizados pelo governo municipal não significam, necessariamente, que ocorreram de um dia para o outro, mas sim que foram registrados no sistema no intervalo de 24 horas, após resultados de exames.
Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus
Arte/G1
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.