STF nega seguimento de ação do governo de SC que questionava rito de impeachment

Dessa forma, processo contra governador Carlos Moisés e vice-governadora Daniela Reinehr segue trâmite do tribunal de julgamento em Santa Catarina. STF nega seguimento da ação da defesa de Moisés que questionava rito de impeachment
O Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta segunda-feira (28) seguimento à ação movida pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) que questionava o rito do processo de impeachment. Como a ação não foi sequer conhecida, a ministra Rosa Weber deixou de analisar o pedido de suspensão do processo contra o governador Carlos Moisés (PSL) e a vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido).
A PGE disse que só vai se manifestar depois de ter acesso à decisão. O teor completo do documento do STF não havia sido publicado até a noite desta segunda. Com a decisão, o processo de impeachment contra Moisés e Reinehr segue o trâmite no tribunal de julgamento.
A Procuradoria-Geral entrou com a ação no STF em 9 de setembro. Moisés e Reinehr são alvo de dois processos de impeachment, que estão em duas fases diferentes. O mais antigo deles está na etapa do tribunal de julgamento e o segundo, formou comissão na semana passada.
Veja vídeos do NSC Notícias
Veja mais notícias do estado no G1 SC
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”