Supermercados têm alta de 78% na geração de empregos no mês de agosto em Ribeirão Preto, diz Apas


Setor contratou 2.215 pessoas, de acordo com a Associação Paulista de Supermercados. No acumulado do ano, entre demissões e contratações, saldo é positivo. Mesmo na crise, setor de supermercados abre vagas de trabalho
O setor de supermercados de Ribeirão Preto (SP) contratou 2.215 pessoas em agosto, o que representa um aumento de 78% comparado com o mesmo período do ano anterior, quando 1.239 funcionários foram admitidos, de acordo com a Associação Paulista de Supermercados (Apas).
Ao longo de 2020, a geração de empregos teve saldo positivo de 1.069 vagas, apesar da crise provocada pela pandemia de coronavírus. O diretor da Apas em Ribeirão Preto, Rodrigo Canesin, diz que a mudança de comportamento das pessoas durante a quarentena impulsionou o setor.
“Como supermercado é essencial à população, não paramos e, automaticamente, absorvemos um pouco do que ficou dos outros setores quer tiveram queda, como restaurantes e bares. A população começou a fazer seu próprio alimento dentro de casa”, diz.
Consumidora no balcão de carnes de supermercado em Ribeirão Preto, SP
Chico Escolano/EPTV
Entre os canais de compra que mais contrataram em agosto, está o atacado, que gerou 843 vagas. Em segundo lugar, ficaram os minimercados, com 654 oportunidades, seguido pelos supermercados, com 555, e os hortifrútis, com 163.
O diretor da associação enxerga com otimismo os próximos meses e crê que os supermercados devam contratar ainda mais para dar conta de atender a demanda das festas de final de ano. Ele diz que, no momento, motoristas, separadores e repositores são os cargos em alta.
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Assista ao EPTV 1 desta segunda-feira (16)
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”