Tereza Cristina terá que prestar informações ao Senado sobre pecuária no Pantanal

Comissão que acompanha incêndios no bioma aprovou requerimento após ministra da Agricultura defender o ‘boi bombeiro’. Se ela não responder ou dar informações falsas, pode ser processada por crime de responsabilidade A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, terá que prestar informações sobre a pecuária no Pantanal à comissão do Senado que acompanha o enfrentamento aos incêndios no bioma. O colegiado aprovou nesta sexta-feira (30) um requerimento solicitando os esclarecimentos.
Pela Constituição, a Câmara e o Senado podem encaminhar pedidos escritos de informações a ministros de Estado. O prazo para a resposta é de 30 dias. Se o ministro não responder ou prestar informações falsas, poderá ser processado por crime de responsabilidade
A ministra compareceu a uma audiência da comissão no início de outubro. Na ocasião, ela disse que o boi é o “bombeiro do Pantanal” e que, se houvesse mais gado na região, as queimadas e o “desastre” poderiam ter sido menores.
Especialistas comentam fala da ministra da Agricultura sobre “boi bombeiro”
Por que a teoria do ‘boi bombeiro’ no Pantanal, citada pela ministra da Agricultura, é mito
O documento aprovado nesta sexta pede que a ministra forneça dados relativos à evolução do rebanho bovino no Pantanal, de 1991 até 2020, em cinco municípios do Mato Grosso:
Barão de Melgaço;
Cáceres;
Poconé ;
Nossa Senhora do Livramento;
Santo Antônio de Leverger.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.