Trabalhador fica soterrado em obra no interior do AC e é resgatado pelos bombeiros


Resgate durou cerca de 30 minutos e homem teve que ser levado para o hospital de Brasileia. Trabalhador fica soterrado em obra no interior do AC e é resgatado pelos bombeiros
Corpo de Bombeiros
Um trabalhador de 24 anos precisou ser resgatado pelos bombeiros após ficar soterrado em uma obra no Loteamento Jardim Imperial em Epitaciolândia, no interior do Acre. Os bombeiros informaram que foram acionados perto de meio-dia neste sábado (17) após uma parede com barro cair por cima do trabalhador e cobri-lo completamente.
O local é um loteamento novo e os trabalhadores estão fazendo a rede de esgoto.
A segundo sargento do batalhão da cidade, Gonçalves, conta que era hora do almoço e que grande parte dos trabalhadores havia saído do local. Porém, um deles ouviu um barulho muito alto e aí foi quando percebeu que o colega havia sumido.
“Começaram a cavar no rumo, porque eles não tinham certeza onde o colega estava. Até que conseguiram tirar um pouco da terra que estava em cima da cabeça, mas perceberam que estava difícil e não conseguiriam tirar e nos acionaram”, conta.
Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi acionada. “Começamos a cavar e assim que vimos que a cabeça estava livre colocamos o oxigênio para ajudar na respiração, mas a vítima estava o tempo todo consciente. Eu fala com ele para que ficasse orientado sobre o tempo e espaço. Fizemos a retirada o mais rápido que pudemos e ele foi encaminhado ao Hospital de Brasileia.”
Foram 30 minutos de escavação até que o homem pudesse ser resgatado
Corpo de Bombeiros
Todo o resgate durou cerca de 30 minutos. O jovem tinha ferimentos na cabeça e reclamava também de dores no tórax e abdômen devido à pressão da terra. O G1 tentou falar com o hospital para atualizar o estado de saúde dele, mas a gerência informou que não tinha essa informação. Já os bombeiros informaram que ele passaria por avaliação médica.
A sargento também informou que os trabalhadores não estavam fazendo uso dos equipamentos de proteção individual (EPIs) e alertou para alguns cuidados que devem ser tomados na execução desses trabalhos.
“O rapaz não estava com capacete e nenhum outro EPI. Esse rapaz estar vivo é um milagres, mas não podemos contar isso sempre. Em obras assim é necessário que todos prezem pela segurança e que se evite ficar só. Por sorte, um dos rapazes ouviu o barulho, mas se fosse em um horário que todo mundo estivesse na obra, isso aí tinha passado despercebido e ele não conseguiria sobreviver” , alerta.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.