Trio é perseguido por grupo de homens no Porto de Salvador; VÍDEO


Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) acionou uma guarnição da Polícia Militar, que levou o trio do local para registrar ocorrência. Exclusivo: Câmeras de segurança registram homens invadindo o Porto de Salvador
Imagens de câmera de segurança registraram o momento em que três homens estavam sendo perseguidos por um grupo com mais de 20 homens no Porto de Salvador, segundo a Polícia Federal.
O caso aconteceu no dia 20 de junho deste ano, por volta das 14h20. De acordo com informações iniciais, um dos homens perseguidos teria se identificado como militar do Exército. Ele disse ao guarda portuário que ele e outros dois homens estavam sendo perseguidos por traficantes que confundiram eles com policiais à paisana.
Segundo as informações, o guarda e o trio entraram em um carro e foram levados para uma área de inspeção. Depois disso, a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) acionou uma guarnição da Polícia Militar, que levou os homens do local.
Trio é perseguido por grupo de homens no Porto de Salvador
Reprodução/TV Bahia
O vídeo mostra que, logo após a saída do carro, um grupo grande de homens entrou no Porto como se estivesse à procura de algo ou alguém. Alguns minutos depois, o grupo saiu do local pelo Terminal da França.
A Polícia Federal informou que, após verificar que diversos indivíduos estavam em perseguição de outros três em área restrita, cobrou ações urgentes da Codeba no sentido de aprimorar as barreiras de controle na área. Segundo o órgão, as medidas foram acatadas e adotadas.
No entanto, em nota, a Codeba informou que trata-se de um fato isolado e que não há registro de ter sido praticado por integrantes de grupos criminosos. O órgão afirmou que o trio foi conduzido para a inspetoria e entregue à guarnição da Polícia Militar. A Codeba também disse fez o registro de ocorrência na Comissão Estadual de Segurança Pública nos portos, terminais e vias navegáveis.
O Exército disse que, após verificar o vídeo, não é possível afirmar a existência de militares. Não existe, até o momento, a identificação dos envolvidos e nem peças de uniforme que identifiquem se tratar de militares.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Assista aos vídeos do Bahia Meio Dia
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”