Uberlândia registra 60 casos de dengue em um mês; veja também dados de zika e chikungunya na região


Dados da Secretaria de Saúde de MG foram divulgados nesta quarta-feira (16); não houve registro ou investigação de óbitos. Veja números do Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de MG. Mosquito Aedes Aegypti é transmissor da dengue, zika e chikungunya
Divulgação
Uberlândia registrou 60 casos prováveis de dengue em um mês. A informação foi divulgada nesta terça-feira (29) no Boletim Epidemiológico com dados sobre dengue, chikungunya e zika da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).
Uberaba foi a segunda cidade com mais registros, com 48. As regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste não registraram mortes ou óbitos em investigação, em relação ao último informativo divulgado.
* Veja informações dos principais municípios do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais.
Mortes por dengue
De acordo com a SES-MG, as três regiões tem quatro mortes confirmadas por dengue e dez casos em investigação.
Em Minas Gerais, 53 óbitos estão sendo investigados. Onze mortes por dengue foram confirmadas, até o momento, nas cidades de Alfenas, Belo Horizonte, Bom Despacho, Canápolis, Carneirinho, Guaxupé, Itinga, Medina, Raposos, Santa Luzia, além de Campina Verde.
Mortes por dengue em investigação na região
Casos prováveis
Conforme divulgado pelo boletim, os dados de casos prováveis são referentes às últimas quatro semanas.
Veja dados das principais cidades do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais que constam na tabela.
Uberlândia: a cidade registrou 60 casos prováveis de dengue nas últimas quatro semanas, sendo o município com maior número ocorrências no período analisado. A incidência da doença na cidade é baixa.
Uberaba: foram 48 casos prováveis nas últimas quatro semanas, sendo a segunda com mais registros. A incidência no último mês foi baixa.
Ituiutaba: entre as principais cidades das regiões, o município teve o menor número de ocorrências, foram apenas 3 registros prováveis. A incidência da doença é baixa.
Patos de Minas: a cidade tem 14 registros no período analisado. A incidência de dengue é baixa.
Paracatu: o município do Noroeste de Minas registrou 35 casos prováveis de dengue nas últimas quatro semanas. A incidência é baixa.
Araxá: a cidade teve 5 casos prováveis de dengue no período. A incidência é baixa.
Casos de dengue nas principais cidades da região nas últimas quatro semanas
Chikungunya
Nas regiões, dois casos prováveis de febre chikungunya foram divulgados, sendo um em Uberlândia e outro em Itapagipe. No estado, são 2.370 casos prováveis da doença desde o início do ano. Destes, 1.386 foram confirmados. Três óbitos estão em investigação.
No ano passado, 2.800 casos prováveis de chikungunya foram registrados no estado e houve um óbito pela doença em Patos de Minas.
Zika
No Triângulo Mineiro, dois casos prováveis da doença foram registrados; um em Uberaba e o outro em Limeira do Oeste. O último boletim havia registrado casos em Frutal e São Gotardo.
Em 2020, foram registrados 387 casos prováveis. Destes, 123 foram confirmados para a doença. No Estado, em 2019, foram 699 casos prováveis.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”