Universidade Zumbi dos Palmares de SP assina termo com federação de empresas de segurança para criar protocolos contra racismo

Federação Nacional das Empresas de Segurança (Fenavist) se compromete a mudar o treinamento de mais de 600 mil seguranças em todo o país; assinatura faz parte das ações da Virada da Consciência Negra. 600 mil vigilantes serão treinados em São Paulo
A Universidade Zumbi dos Palmares assinou nesta sexta-feira (20) um termo com a Federação Nacional das Empresas de Segurança para criar protocolos de abordagem e tratamento a pessoas em shoppings, supermercados e outros estabelecimentos comerciais.
O objetivo é rever a abordagem de seguranças ao público negro em estabelecimentos comerciais e eventos para evitar atos de violência e excessos.
Essa assinatura faz parte das ações da Virada da Consciência Negra e acontece um dia após um homem negro apanhar de seguranças de um supermercado da rede Carrefour até morrer.
Virada da Consciência Negra tem homenagem a George Floyd; veja programação
Seis shoppings em SP, Rio e Goiás fecham acordo para criar manual de conduta para seguranças combaterem racismo
Com a assinatura do protocolo, a Federação Nacional das Empresas de Segurança (Fenavist) se compromete a mudar o treinamento de mais de 600 mil seguranças em todo o país.
O protocolo foi assinado por integrantes do Movimento AR e da Fenavist, que representa 2.500 empresas do ramo.
O Movimento AR é uma mobilização lançada pela Universidade Zumbi dos Palmares, que propõe a discussão de ações de combate ao racismo.
Initial plugin text
Initial plugin text
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.