‘Vamos aguardar primeiro a leitura correta dos fatos’, diz líder do governo sobre ordem de afastamento de senador flagrado com dinheiro na cueca


Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) disse que o Senado vai, antes de emitir um posicionamento, aguardar a apuração de informações sobre os mais de R$ 33 mil encontrados pela PF com Chico Rodrigues (DEM-RR). Líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) falou sobre os R$ 33 mil encontrados na cueca do senador Chico Rodrigues
Marlon Costa/Pernambuco Press
O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo no Senado, afirmou nesta sexta-feira (16) que “vai aguardar a leitura correta dos fatos”, ao ser questionado sobre o afastamento determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do senador Chico Rodrigues (DEM-RJ). Ele foi encontrado com mais de R$ 33 mil na cueca durante uma operação da Polícia Federal, na quarta-feira (14).
Senador com dinheiro na cueca: o que se sabe e o que falta esclarecer
Partidos entram com processo no Conselho de Ética para cassar mandato de Chico Rodrigues
“Estamos muito tristes com o que ocorreu, com o episódio. Certamente a mesa diretora do Senado, presidida pelo pelo senador Davi Alcolumbre, vai agora tomar ciência dos fatos, das decisões que foram tomadas pelo Supremo Tribunal Federal, para que haja um posicionamento”, declarou.
Junto com deputados federais e estaduais, o ministro Rogério Marinho e o senador Fernando Bezerra Coelho participaram de evento em São Lourenço da Mata, no Grande Recife
Marlon Costa/Pernambuco Press
“Nós precisamos aguardar a informação completa dos fatos que motivaram a investigação judicial, que motivaram a operação da Polícia Federal, para que a gente possa, tomando ciência dos fatos, poder posicionar o Senado Federal e preliminarmente a mesa diretora do Senado poder encaminhar uma posição para apreciação do plenário”, disse o senador.
Questionado a respeito do episódio, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, disse que não havia problema para o governo Bolsonaro. “O episódio é com um parlamentar, não é com o governo. Ele certamente vai dar essas explicações dele ao Judiciário”, afirmou.
As declarações foram dadas durante a entrega de conjuntos habitacionais para famílias carentes no Pixete, em São Lourenço da Mata, no Grande Recife.
Cinco famílias receberam as chaves dos apartamentos em cerimônia com o ministro Rogério Marinho e o senador Fernando Bezerra Coelho
Marlon Costa/Pernambuco Press
Na ocasião, também estiveram presentes o senador Márcio Bittar (MDB), os deputados federais Pastor Eurico (PHS), Silvio Costa Filho (Republicanos), André Ferreira (PSC) e Danilo Forte (PSDB). Houve, também, a presença de representantes da Caixa Econômica Federal e de secretários municipais de São Lourenço da Mata. O deputado estadual Guilherme Uchôa (PSC) também participou do evento.
Entrega de 900 apartamentos
De acordo com a secretaria de Assistência Social do município, os três conjuntos habitacionais entregues nesta sexta (16) têm, cada um, 300 apartamentos. A obra teve início no segundo semestre de 2017 e, devido à pandemia da Covid-19, a cerimônia de inauguração precisou ser reduzida.
A princípio, cinco famílias receberam as chaves dos apartamentos dos conjuntos habitacionais nesta sexta (16). Para evitar aglomerações, as demais entregas de chaves ocorrem no sábado (17) e no domingo (18).
Chaves de três conjuntos habitacionais foram entregues durante o evento nesta sexta-feira (16)
Marlon Costa/Pernambuco Press
“[Vamos] retomar obras e continuar obras que foram iniciadas em governos anteriores, entendendo que não é possível paralisar obras dessa importância”, afirmou Marinho.
Depois da agenda em Pernambuco, o ministro Rogério Marinho seguiu para o Ceará, para a entrega de outro conjunto habitacional em Fortaleza.
Veja vídeos sobre o senador Chico Rodrigues
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”