Velório de vendedora atingida por bala em Fortaleza ocorre na manhã deste sábado


Alexsandra da Silva Souza foi baleada na cabeça na última quinta-feira (29) enquanto vendia lanches na porta de casa. Corpo de Alexsandra da Silva Souza foi velado na manhã deste sábado (31), em Fortaleza.
Arquivo pessoal
O corpo da vendedora Alexsandra da Silva Souza, de 22 anos, foi velado na manhã deste sábado (31), na casa onde morava, no Bairro Aerolândia, em Fortaleza. O sepultamento ocorre a partir das 14h, no cemitério Parque da Saudade. A jovem morreu após ser atingida por uma bala na cabeça na comunidade do Lagamar na noite da última quinta-feira (29). Ela estava internada no Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), mas não resistiu.
Familiares lamentaram pela morte de Alexsandra, conhecida na vizinhança pelo apelido de Belinha. “Foi só um tiro pra tirar a vida da minha filha. Ela morreu em frente de casa vendendo os pratinhos pra ajudar a irmã dela, porque a irmã dela ia se casar em abril. Minha filha morreu nos meus braços. Tão linda, maravilhosa, tão boa”, relembrou a mãe da vítima, Cristiane Souza, durante o velório.
O crime foi motivado por desentendimentos entre os familiares da vítima e do assassino, segundo a mãe da vendedora. O principal suspeito é o dono de uma borracharia das redondezas. Após a tentativa de homicídio, os moradores tentaram incendiar o estabelecimento, como represália pelo crime.
Borracharia e carro de suspeito de atirar em vendedora são incendiados no Lagamar
Alexsandra morreu na manhã desta sexta-feira (30). O crime aconteceu em uma região próxima à Avenida Borges de Melo. A informação foi confirmada pelo Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), onde ela estava hospitalizada.
Segundo informações de testemunhas, Alexsandra da Silva Souza foi levada para o IJF, inconsciente, em um carro de um morador. O corpo foi encaminhado para a Perícia Forense do Ceará (Pefoce), no Bairro Moura Brasil.
Crime e incêndio em borracharia
Alexsandra da Silva Souza, de 22 anos, trabalhava como vendedora de comidas.
Reprodução/Arquivo Pessoal
A Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi acionada para o local do crime. Ao chegar, moradores informaram aos policiais que o principal suspeito de ter disparado contra a vendedora de comidas é o dono de uma borracharia, localizada próximo ao local onde o crime aconteceu.
Na madrugada desta sexta-feira, moradores incendiaram a borracharia e o veículo do suspeito. Os policiais não encontraram o suspeito nem a arma do crime.
A Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS) informou que a 10ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) será a responsável por investigar as circunstâncias da morte de Alexsandra.
.
Um grupo ateou fogo contra um carro e a borracharia na madrugada desta sexta-feira (30).
VÍDEOS: veja mais sobre o Ceará
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.