Vereador mais jovem eleito no Paraná completou 18 anos um dia antes do limite para registrar candidatura


Leonardo Flores dos Santos (PSB) foi o quarto vereador mais votado de Iporã e só conseguiu disputar as eleições porque o prazo para registro de candidatura terminou mais tarde neste ano. Iporã elege o vereador mais jovem do Paraná
O vereador mais jovem eleito no Paraná em 2020, Leonardo Flores dos Santos, o Léo (PSB), completou 18 anos um dia antes do encerramento do prazo para o registro de candidaturas.
Com 399 votos, o estudante foi o quarto vereador mais votado de Iporã, no noroeste do estado.
“Eu acho que começar cedo é o melhor passo que você pode dar. Você entra na campanha novo, mas você vai crescendo, vai amadurecendo nessa campanha, coisa que às vezes, demoraria anos”, disse o vereador eleito.
Léo só conseguiu participar como candidato nestas eleições porque o prazo para o registro da candidatura terminou mais tarde neste ano, em 26 de setembro, devido à pandemia do novo coronavírus.
Veja o resultado das eleições municipais em Iporã
Um dia antes, em 25 de setembro, ele chegou à maioridade. A Constituição Federal estabelece a idade, como um dos critérios de elegibilidade. É preciso ter 18 anos para se candidatar ao cargo de vereador.
Leonardo Flores dos Santos (PSB) foi o quarto vereador mais votado de Iporã, em 2020
Reprodução/RPC
Veja, abaixo, as idades mínimas exigidas para assumir cargos políticos:
Presidente e vice-presidente da República e senador – 35 anos;
Governador e vice-governador de estado e do Distrito Federal – 30 anos;
Deputado federal, deputado estadual ou distrital, prefeito, vice-prefeito – 21 anos;
Vereador – 18 anos.
O sociólogo Rafael Egídio comentou que é importante que haja presença ativa dos jovens em cargos de eleitos. Para ele, a renovação na política é fundamental e depende também da iniciativa das pessoas desta faixa etária.
Porém, segundo o especialista, a presença de eleitos mais jovens nem sempre significa renovação.
“Nós vamos ter casos aqui no Brasil de famílias que colocam suas pessoas mais jovens, famílias que detém o poder na cidade, onde a presença desse jovem não significa renovação, mas sim a manutenção de interesses que já estão presentes naquela sociedade”, disse.
Objetivos
Leonardo comentou que, desde a infância, participava de eventos envolvendo assuntos políticos, e disse que sempre gostou. Já adolescente, ao participar de um projeto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu que tentaria também a carreira política.
“Em 2004, meu tio foi candidato a prefeito em Iporã e, logo ali já comecei a participar das campanhas, dos comícios, subia nos palcos, carregava bandeira, camiseta. Então, logo de pequeno eu já tinha essa aptidão pela política. Há três anos, surgiu a oportunidade de eu ser vereador mirim, pelo projeto do TSE, então foi uma maneira de ingressar na política”, lembrou.
Com a vitória nas eleições, o vereador eleito disse que pretende representar os jovens da cidade de Iporã na Câmara Municipal.
“Como jovem, vou defender os interesses dessa juventude, ser uma voz ativa dos jovens na câmara municipal, e focar principalmente na parte da geração de emprego”, disse.
Assista aos vídeos com os destaques desta sexta-feira (20)
Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.